A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/08/2009 09:18

Assaltante é preso, após tiros e polícia busca comparsa

Redação

Após perseguição e tiros, João Batista da Silva, 44 anos, conhecido como "Pateta", foi preso na última segunda-feira e apresentado pela Derf (Delegacia Especializada no Combate a Roubos e Furtos) na manhã desta quarta-feira.

A Polícia procura agora os dois comparsas que agiram com ele no roubo a uma empresa que realiza obras de terraplanagem na Avenida Gury Marques, ocorrido dia 8 de julho. A ação dos criminosos mobilizou a polícia, envolvendo, inclusive, um avião monomotor nas buscas.

A prisão de João Batista foi na região das Moreninhas. Segundo a polícia, ele tentou fugir, trocou tiros e foi atingido por um disparo na costela e outro de raspão na cabeça.

Franzino, com curativos, ele não quis falar nada, ao ser apresentado. O delegado Rodrigo Yassaka, advertiu: "Parece que é um coitado, mas é de alta periculosidade".

Com João Batista foi apreendido uma arma calibre .357 magnum. Ele tem passagens por homicídio, furto, posse de entorpecente e arma de fogo, segundo informações da Derf. A Polícia já tem o nome de seus comparsas, mas não os revela para não atrapalhar as investigações.

No assalto eles levaram R$ 1,5 mil que seriam usados para pagar funcionários da empresa que fazia terraplanagem no local e um carro Golf, que usaram para fugir.

Dentro do veículo havia mais R$ 3,1 mil, mas os assaltantes não acharam e quando o veículo foi encontrado, em uma estrada vicinal próxima ao Cartódromo, o dinheiro ainda estava lá. A partir de marcas de digitais colhidas no carro os policiais chegaram aos autores.

João Batista ficará preso na Derf até que as investigações sejam concluídas. Se condenado pelo roubo, pode ficar preso por até 10 anos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions