A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

03/05/2009 11:55

Audiência vai debater programas habitacionais amanhã

Redação

Amanhã, às 14h, acontece na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul uma audiência pública que vai debater os programas habitacionais do governo federal, principalmente "Minha Casa, Minha Vida", lançado recentemente pelo presidente Lula. Quem vai presidir a audiência é a deputado estadual Dione Hashioka, do PSDB.

Segundo Dione, o objetivo da audiência é esclarecer as dúvidas da população em relação ao projeto do governo Lula. Com isso, a parlamentar quer auxiliar o governo do Estado a executar o programa em Mato Grosso do Sul.

A realização da audiência foi definida depois de uma reunião da deputada com o superintendente da CEF (Caixa Econômica Federal), Paulo Antunes de Siqueira. A meta é o acesso de famílias de baixa renda a um milhão de moradias.

Cerca de 400 mil casas serão destinadas para a população com renda de até três salários mínimos. Os contemplados serão beneficiados com uma edificação habitacional de até R$ 10,6 mil e o prazo previsto para a construção é de 15 meses.

Dione explica que a prestação a ser paga será equivalente a 10% da renda demonstrada ou o mínimo de R$ 50. O prazo para pagamento do financiamento será de dez anos.

Mas conforme a tucana, a diferença é que as famílias com renda bruta mensal de até três salários mínimos serão atendidas pelas prefeituras ou entidades responsáveis pelos projetos. Aquelas famílias com renda entre três e seis salários mínimos podem procurar um imóvel novo de seu interesse e após isso se dirigir a uma agência da Caixa para dar inicio ao processo de financiamento.

Além do superintendente da Caixa, confirmaram presença na audiência o presidente do Fórum Nacional dos Secretários de Habitação e secretário de Estado de Habitação, Carlos Marun, além de representantes dos segmentos ligados à construção civil e habitação, prefeitos, vereadores e secretários municipais de várias cidades do Estado. A audiência acontece no plenário Júlio Maia.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions