A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/01/2010 16:03

Avenida Ricardo Brandão corre risco de desmoronamento

Redação

A infiltração de água ao lado da avenida Ricardo Brandão, ocorrida por conta da cratera aberta na rua da Ceará no dia 27 de dezembro, em Campo Grande, já compromete a via. Para evitar novo desabamento, a secretaria municipal de Infraestrutura, Habitação, Transporte e Trânsito, que reconhece o problema, está adotando medidas emergenciais no local.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, o engenheiro eletricista João Antônio de Marco, essas medidas de caráter emergencial deverão ser concluídas na próxima segunda-feira (11), mas as obras para solucionar o problema terão início apenas após processo de escolha da empresa, por meio de licitação.

De Marco reconhece o risco de desabamento da Ricardo Brandão e afirma que já estão sendo tomadas providências para evitar. "Se houver risco ela vai ser interditada, mas há técnicos experientes adotando as melhores medidas necessárias para conter a infiltração", garante.

Apenas uma pista da via, no sentido shopping-centro, está interditada para os trabalhos. A previsão da secretaria é que até segunda o procedimento seja concluído.

Enquanto isso, duas empresas trabalham para conter o avanço da cratera. Ontem (7), o Campo Grande News esteve na área e foi informado do risco de desabamento na Ricardo Brandão por funcionários da obra. O problema ocorre porque - com parte do tubo ármico destruída - a água do córrego passou a se infiltrar por um vão entre o tubo e o barranco.

Segundo um funcionário da obra, que pediu para não ser identificado, é apenas uma questão de tempo para que a erosão avance e derrube também a avenida ao lado, a Ricardo Brandão.

No barranco, já havia rachaduras que compravam a fragilidade da área e o risco de novos desmoronamentos. Nesta tarde, os trabalhos na cratera ficaram concentrados em duas frentes, a mais urgente ao lado da Ricardo Brandão, segundo os trabalhadores, justamente para conter a infiltração que avança e compromete a via.

Foram levados postes de eucalipto, para firmar o barranco. Atrás deles será derramado concreto, na tentativa de impedir novos desmoronamentos. O secretário confirma que o procedimento é feito para conter a erosão, e admite que se o processo de infiltração continuar no local pode resultar no desmoronamento da via.

Trabalhadores informaram que houve novo desmoronamento sobre o tubo, e apenas parte da terra foi removida, na tentativa que o restante absorvesse e contivesse a água que ainda ontem passava pelo vão.

O início da obra efetiva na cratera depende da análise dos orçamentos de quatro empresas do mercado, para ver qual delas apresenta a melhor proposta. Somente depois que uma for escolhida será dado início ao projeto de recuperação da Ceará, orçado em R$ 2 milhões.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions