A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/03/2012 10:16

Balanço aponta redução no número de homicídios no bimestre em MS

Fabiano Arruda
Secretário destaca adoção dos métodos de análise criminal e inteligência artificial na atuação policial. (Foto: Divulgação)Secretário destaca adoção dos métodos de análise criminal e inteligência artificial na atuação policial. (Foto: Divulgação)

O número de homicídios dolosos caiu 16,6% nos dois primeiros meses de 2012 comparado do primeiro bimestre de 2011. Em Campo Grande a queda é de 14,% e no interior 17,3%. Os dados fazem parte de balanço divulgado pela Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) divulgados nesta terça-feira.

“Desde o ano passado estamos trabalhando com a análise criminal e a inteligência artificial. Pegamos os 11 principais tipos de delitos e estabelecemos uma cultura de trabalho em cima dos dados registrados no nosso sistema e do georreferenciamento”, explicou o titular da pasta, Wantuir Jacini.

A alimentação do sistema informatizado, feito pelas policias militar e civil, utilizada como base no planejamento e execução do trabalho policial, é considerada fundamental pela Sejusp no registro de números positivos.

Entre os municípios que tiveram melhores resultados na redução criminal estão Campo Grande, Aquidauana, Corumbá, Coxim, Jardim e Nova Andradina, aponta Jacini, destacando também o apoio de 15 delegacias especializadas a diversas ocorrências no Estado, como a participação da unidade de Homicídios de Campo Grande na investigação do assassinato do jornalista Paulo Rocaro em Ponta Porã.

Ainda segundo informações da Sejusp, o número de elucidações de homicídios atingiu 53,8% dos 80 casos registrados no primeiro bimestre, enquanto a média nacional é de 30%.

O número de prisões soma 2.270 nos dois primeiros meses do ano contra 2.197 no mesmo período do ano passado. A quantidade de veículos recuperados atinge 60,6% em todo Estado. Outro dado da secretaria aponta que 188 armas foram apreendidas.

A quantidade de droga apreendida chega a 5,6 toneladas, 1,5 tonelada a mais comparada ao primeiro bimestre de 2011, aponta o balanço.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions