A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/11/2013 18:25

Banhistas encontram corpo no “Inferninho”

Lidiane Kober

Banhistas encontraram, por volta das 17h40 deste sábado (10), o corpo de um homem, a cerca de 200 metros da cachoeira do Inferninho, na saída para Rochedo.

De acordo com uma mulher, que não quis se identificar, o homem tem cabelo preto encaracolado, é branco e usava um short preto. “Acho que ele está lá há uns três dias, pois o corpo está muito inchado”, relatou.

A mulher estava acompanhada de amigos, e se divertia na parte de baixo da cachoeira. “Começamos a sentir um cheiro muito forte e fomos o seguindo até encontrar o corpo”, contou.

Segundo ela, o homem está a cerca de 200 metros da cachoeira, jogado na beira do rio. “A camisa está toda rasgada, parece que ele foi rolando pelo rio, mas não chegamos perto para ver direito”, disse.

A mulher chegou a ver policiais rondando a região. “Não ligamos para a polícia porque a gente não queria ficar esperando, dar depoimento e estragar nosso fim de semana, por isso, achamos melhor avisar a imprensa”, comentou. “Ficamos assustados e queríamos sair de lá o quanto antes”, acrescentou.

Procurada pelo Campo Grande News, a Polícia Militar confirmou rondas no local e mandou a viatura voltar para retomar as buscas pelo corpo.

 

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...


Meu Deus, até a onde vai a falta de sensibilidade de algumas pessoas, a sociedade está perdendo o senso do dever cívil, os valores estão tão invertidos hoje, que um fim de semana vale mais do que a obrigação de prestar um serviço a sociedade, existe uma família por trás deste cadáver...triste.
 
Rodney carmo em 14/11/2013 11:46:02
É Andrea Alves, se trata daquilo que o Papa Francisco disse quando esteve aqui no Brasil esse ano: "A falta de SOLIDARIEDADE está matando a raça humana"... não no sentido de morte carnal, mas do Amor à prórpia Raça Humana.
O dilema é o seguinte: Cada um por si Deus por todos
É lamentável ver que existem pessoas tão egoístas, que mesmo depois de verem algo desse tipo (um homem morto jogado como um 'indigente'), ainda pensam em se divertirem!!!
Será que agiriam assim se fosse um ente querido???
 
Alix Garcia em 14/11/2013 10:21:36
Descaso com o ser humano "não quis ligar para a polícia para não estragar o fim de semana", não quis envolver-se, perder tempo, nossa! Qual o valor de uma vida que se foi. A família que ainda vive, precisa desse corpo.
 
Andrea Alves em 09/11/2013 19:18:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions