A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/08/2008 17:35

Beira-Mar é condenado a 29 anos de prisão em Curitiba

Redação

Foi condenado hoje a cumprir 29 anos e oito meses de prisão o traficante carioca Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Ele foi julgado nesta terça-feira na 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba (PR) pelos crimes de tráfico de drogas e armas e lavagem de dinheiro.

A decisão foi proferida pelo juiz Sérgio Fernando Moro que acatou a investigação da Polícia Federal apontando que o traficante mantinha o controle da organização mesmo estando encarcerado no Presídio Federal de Campo Grande. Ainda segunda a investigação, Beira-Mar utilizava o celular e as visitas íntimas para continuar no controle da organização.

Foi condenada ainda a mulher de Beira-Mar, Jacqueline Moraes da Costa, que pegou 25 anos de reclusão, pelo crime de associação para o tráfico, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Felipe Alexandre da Costa, filho do traficante, também foi condenado e deve cumprir cinco anos e dez meses de reclusão por crime de lavagem de dinheiro.  Os condenados podem recorrer da decisão.

Beira-Mar cumpre pena no presídio Federal de Campo Grande desde novembro de 2007, quando a Polícia Federal desencadeou a Operação Fênix, com prisão de onze pessoas no Estado, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.

Segundo investigação da PF, a continuidade do poder de Beira-Mar era possível por conta dos direitos dos presos: as visitas íntimas, o contato com advogados e as cartas que eles podiam mandar semanalmente. (Com informações do Portal G1)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions