A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

22/06/2010 16:18

Bens de dono da Paulistec vão ressarcir alunos

Redação

A Justiça determinou no dia 17 de junho, depois de pedido da Polícia Civil, o bloqueio dos bens pertencentes ao empresário Mauro de Napoli, dono da empresa Paulistec que emitia diplomas falsos de conclusão do ensino médio na unidade de Campo Grande. Com a ação, cerca de R$ 1,8 milhão serão usados no ressarcimento dos alunos.

Contudo, o valor bloqueado não se encontrava na conta bancária de Mauro. O proprietário utilizava laranjas para a abertura de empresas e para manipular os valores obtidos no esquema de fraude. As contas foram localizadas e além do dinheiro bloqueado, nove veículos ficaram indisponíveis, a maioria importada e de luxo.

Quando se apresentou à Polícia no começo de junho, Mauro declarou à imprensa que iria participar das audiências promovidas pela Procon com os alunos da Paulistec para acertar a devolução dos valores pagos.

"Nesse período, ele tentou efetuar diversos saques em suas contas, em um valor próximo a R$ 2 milhões. Ou seja, de um lado prometeu pagar, enquanto tentou esconder o dinheiro", explicou o delegado Adriano Garcia Geraldo, titular da Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes contra as Relações de Consumo).

Também quando soube do bloqueio dos carros de luxo, Mauro conseguiu transferir quatro dos nove carros. "A única empresa da rede Paulistec que está no nome dele é uma na Bahia. As outras estão em nome de laranjas. Ele não tem qualquer patrimônio em seu nome", disse o delegado.

Ao todo, a Decon possui o registro de 1.259 alunos da Paulistec. O prejuízo total pode chegar a R$ 630 mil.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions