A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

19/09/2008 09:08

Caminhoneiro é rendido e fica 14h sob a mira de uma arma

Redação

O caminhoneiro Roberto Gimenez Pacheco, de 42 anos, de Dourados, viveu momentos tensos nesta semana. No fim da tarde de quarta-feira, na MS-156, quando ele se aproximava de uma empresa do Distrito Industrial, foi rendido por três homens encapuzados e armados.

O caminhoneiro foi obrigado a seguir com os assaltantes até o Distrito de Cristalina, em Caarapó, onde dois dos assaltantes fugiram com a carreta modelo 450 branca com placas HRO-9060 e ASA-3311 e ASA-3222, de Dourados. A suspeita é que o veículo tenha sido arrastado ao Paraguai.

Enquanto os outros dois levavam a carreta, Roberto ficou sob a mira da arma do terceiro bandido, em um matagal próximo a Cristalina. O rosto da vítima foi coberto com um pano.

Foram 14 horas de tensão. Por volta de 12 horas desta quinta-feira, o caminhoneiro conseguiu se soltar das amarras e, com ajuda de outras pessoas, conseguiu chegar a Dourados e acionar a polícia. Não há pista sobre os assaltantes. (Com informações do Dourados Agora e do repórter Osvaldo Duarte).

Em audiência, ANS discute nova proposta de reajuste de planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) propôs hoje (13), em audiência pública, uma nova metodologia para o cálculo do reajuste anual dos plano...
Mega-Sena pode pagar até R$ 33 milhões no sorteio desta quarta-feira
Amanhã (14) o sorteio da Mega-Sena pode pagar até R$ 33 milhões para quem acertar as seis dezenas do prêmio principal. A rodada chegou esse valor dep...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions