A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

27/09/2016 09:07

Campo Grande fica em 6º no ranking de bem-estar urbano entre Capitais

Anny Malagolini
Em relação as boas condições de mobilidade urbana, a Capital está em 13º posição (Foto: Marcos Ermínio)Em relação as boas condições de mobilidade urbana, a Capital está em 13º posição (Foto: Marcos Ermínio)

Levantamento do Observatório das Metrópoles, coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), revela que o Índice de Bem-Estar Urbano (Ibeu) de Campo Grande é o sexto melhor do país na comparativo entre Capitais. A Capital ganhou a nota 0,8275, e de acordo com o levantamento, quanto mais próximo de 1,0 melhor é a qualidade de bem-estar urbano. São Paulo, por exemplo, apresentou o pior indicador.

O estudo Ibeu Municipal avaliou cinco indicadores de qualidade: mobilidade urbana, como o tempo de deslocamento de casa para o trabalho; condições ambientais (arborização, esgoto a céu aberto, lixo acumulado); condições habitacionais (número de pessoas por domicílio e de dormitórios); serviços coletivos urbanos (atendimento adequado de água, esgoto, energia e coleta de lixo); e infraestrutura.

Na comparação das capitais de unidades da federação do país, apenas 4 apresentam nível muito bom de bem-estar urbano referente às condições ambientais, são elas: Campo Grande (1º), Goiânia (2º), Belo Horizonte (3º), Palmas (4º).

Dentre as avaliações do estudo, a infraestrutura urbana apresentou a pior situação de bem-estar para o país, prova disso é que 91,5% dos municípios estão em níveis ruins e muito ruins de bem-estar urbano, correspondendo a 2.579 como ruins ou 46,3% e 2.516 como muito ruins ou 45,2%.
Há 441 municípios em condições médias de bem-estar urbano referente à infraestrutura. Somente 28 municípios apresentam condições boas e apenas um município apresenta condição muito boa, que é Balneário Camboriú, localizado no Estado de Santa Catarina.

As capitais que apresentam condições ruins são: Aracaju, Campo Grande, Palmas, Recife, Salvador, Fortaleza, Teresina, Manaus, Natal, Cuiabá, João Pessoa, São Luís, Maceió e Belém. Há duas capitais localizadas na Região Centro-Oeste, três na Região Norte e todas as nove capitais da Região Nordeste.

Já em relação as boas condições de mobilidade urbana, a Capital está em 13º posição. A dimensão de mobilidade foi construída a partir do tempo de deslocamento diário de casa para o trabalho, ao considerar as pessoas que gastam até uma hora como situação adequada de mobilidade,

Foi medido o bem-estar de 5.565 municípios, e a cidade sul-mato-grossense que apresentou o melhor desempenho foi Jateí - município de 4 mil habitantes e a aproximadamente 265 km de Campo Grande -, que ficou em 1.083 posição. A nota da cidade foi de 0,956. Neste listamento, aliás, a Capital aparece em 1.529 lugar e sua avaliação foi de 0,893.

Ainda nesta modalidade, o município de Buritizal, em São Paulo, recebeu a maior nota e ocupa o primeiro lugar do ranking.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions