A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

19/06/2018 09:35

Campo-grandense sumido há 14 dias foi preso em SP com 70 kg de cocaína

Jovem foi flagrado com a droga no dia 6 de junho e levado ao presídio de Piracicaba

Danielle Valentim e Bruna Kaspary
A família não quis dar detalhes à imprensa, mas confirmou que Walison está bem. (Foto: Facebook/Reprodução)A família não quis dar detalhes à imprensa, mas confirmou que Walison está bem. (Foto: Facebook/Reprodução)

O campo-grandense Walison Thiago Freitas da Silva, de 22 anos, que, em princípio, estava sumido há 14 dias, na verdade, foi preso em São Paulo, com cerca de 75 kg de pasta base de cocaína. O flagrante ocorreu no km 89 da Rodovia Deputado Rogê Ferreira (SP-225), entre as cidades em Itirapina e Analândia, no último dia 5 de junho.

A Polícia Rodoviária Estadual de SP abordou o Renault/Sandero, prata, com placas de Dracena-SP, no km 89 da Rodovia Deputado Rogê Ferreira (SP-225), entre as cidades em Itirapina e Analândia. Os 75 quilos de pasta base de cocaína estavam no fundo falso do veículo.

Segundo a polícia, Walison dirigia em baixa velocidade e falava ao celular. Após a ordem de parada, os policiais solicitaram os documentos do veículo e do condutor. O nervosismo do jovem chamou a atenção e durante vistoria, a polícia encontrou a droga escondida em fundos falsos que foram colocados embaixo dos bancos.

Em princípio, Walison foi levado ao Plantão Policial de Rio Claro (SP) e em seguida, por falta de cela, ao Presídio de Piracicaba.

A família e amigos do rapaz chegaram a procurar a reportagem do Campo Grande News para pedir apoio na divulgação do sumiço, por estranharem a viagem repentina do jovem e a demora no retorno.

Segundo a Polícia Civil, o setor de investigação da DEH (Delegacia Especializada em Homicídios) recebeu o caso e não descartou a hipótese do jovem estar preso. Além disso, durante investigação chegou-se a informação de que o rapaz estaria em Piracicaba.

Os policiais entraram em contato com o presídio de Piracicaba e confirmaram a detenção do jovem campo-grandense. A família do jovem foi chamada à delegacia, não quis dar detalhes à imprensa, mas se limitou em dizer que o rapaz está bem e um advogado será acionado.

Caso - No último dia 13 de junho, a mãe do rapaz procurou a Polícia Civil e registrou um boletim de ocorrência de desaparecimento. Segundo ela, ao chegar em casa no último dia 10 de junho, encontrou a casa fechada e sem o filho. Os dois moram em uma chácara no Bairro Centro Oeste.

No entanto, apesar da mãe relatar o sumiço do filho no dia 10, amigos do jovem e uma irmã procuraram a reportagem, para informar que o sumido já completava 14 dias, pois o jovem havia saído de casa no dia 4 de junho.

Segundo eles, Walison entrou em um carro desconhecido dizendo estar a caminho de São Paulo. “Ele disse que faria um bate e volta”, disse um dos amigos, que preferiu não se identificar.

Diante da quantidade de dias do desaparecimento, uma das irmãs de Walison, moradora de Rio Verde de MT, a 207 km de Campo Grande, veio a Campo Grande para ajudar a família."Estranhamos porque meu irmão não é de viajar sem avisar", disse Josecleia Freitas.

Walison nunca havia sido preso e não é usuário de drogas. O caso chegou a ser registrado como desaparecimento de pessoa, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions