A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/04/2009 09:34

Capital vai reeditar ações de 2006 contra gripe suína

Redação

Planejado em 2006, o plano de ação contra a gripe aviária deve ser reeditado em Campo Grande para o enfrentamento da gripe suína. A doença, causada pelo vírus H1N1, colocou o mundo em alerta: o México confirma 20 mortes, mas há suspeita de que a gripe suína tenha causado 152 óbitos.

A doença foi detectada em outros seis países: Israel, Nova Zelândia, Escócia, Espanha, Canadá e Estados Unidos. No Brasil, o Ministério da Saúde monitora 11 casos suspeitos, nenhum em Mato Grosso do Sul.

Conforme o secretário municipal de Saúde, Luiz Henrique Mandetta, será feita uma releitura do plano adotado há três anos, quando os eventuais pacientes seriam levados para a Santa Casa e HU (Hospital Universitário). "Basicamente, deve ser o mesmo plano de contingência, que será atualizado para a situação atual".

De acordo com o secretário, hoje, ainda pela manhã, será realizada uma reunião com técnicos para definições estratégicas. "Vamos definir qual equipe fará o atendimento, que equipamentos de proteção serão usados, em qual laboratório será feito exames", afirma Mandetta.

Segundo ele, o plano trabalha com diversos cenários. "Não tem como definir número de leitos, porque não sei se terá um ou cem pacientes". Em 2006, o plano de ação foi posto à prova diante de uma suspeita de gripe aviária.

Dois membros (uma criança e sua mãe) de uma família de quatro pessoas provenientes do Japão apresentaram sintomas da gripe durante um vôo de São Paulo a Campo Grande. Os pacientes foram levados para a área isolada da Santa Casa. O diagnóstico foi rotavírus. Conforme o Ministério da Saúde, a Santa Casa é o hospital de referência do Estado para casos de pandemia, apesar da conhecida deficiência de vagas.

Aeroporto - Localizado em um Estado que faz fronteira com dois países, o Aeroporto Internacional de Campo Grande terá apenas divulgação de um aviso sonoro com a mensagem da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância), alertando que os passageiros que apresentarem sintomas de gripe procurem o posto da agência.

De acordo com a Infaero, seguindo o plano de 2006, elaborado em decorrência da gripe aviária, somente dez aeroportos terão plano específico de contingência à gripe suína: Brasília, Campinas, Fortaleza, Galeão, Guarulhos, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife e Salvador. O plano prevê que os aeroportos selecionados terão postos de primeiros socorros.

Gripe

Carro roubado no Rio de Janeiro é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions