A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/01/2016 09:49

"Ladrão de calcinha" é preso suspeito de violentar menina de 9 anos

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
O suspeito foi preso nesta manhã. (Foto: Marcos Ermínio) O suspeito foi preso nesta manhã. (Foto: Marcos Ermínio)
 “A hora que ela falou que estava sem calcinha, eu entrei em parafuso”, diz a mãe da criança. (Foto: Marcos Ermínio) “A hora que ela falou que estava sem calcinha, eu entrei em parafuso”, diz a mãe da criança. (Foto: Marcos Ermínio)

Um homem, que ainda não teve a identidade divulgada, foi preso por suspeita de estuprar uma menina de 9 anos por volta das 2h30 desta segunda-feira (18), no Bairro Universitário, que fica na saída para São Paulo, em Campo Grande. Ele seria conhecido na região como "ladrão de calcinhas".

De acordo com a mulher de 30 anos, mãe da vítima, a garota estava dormindo no mesmo quarto em que ela e o padrasto, quando acordou com um homem tirando a calcinha dela.

Assustada, a criança gritou e o autor fugiu pulando a janela, antes que pudesse ser identificado pelos moradores da residência. “A hora que ela falou que estava sem calcinha, eu entrei em parafuso”, diz a mãe.

Ainda conforme a mulher, depois disso ela e o marido vasculharam a casa e sentiram falta de dois celulares, mas acabaram encontrando um outro aparelho caído com a bateria fora do telefone.

Quando o casal montou o celular, encontrou a foto do conhecido no visor do aparelho. Os dois acionaram a polícia e o suspeito foi preso na casa dele, no Bairro Botafogo. Ele foi levado à delegacia para prestar esclarecimento.

“Esse homem é casado e tem um filho. A gente trabalhou durante 3 meses em um açougue”, lamenta a mulher. Segundo ela, o suspeito diz que entrou na casa a mando do marido dela.

O delegado responsável pela investigação, Hoffman Dávila Cândido, disse que encontrou a peça intima da menina na casa do suspeito. Porém, o padrasto da vítima também foi detido para prestar esclarecimento. 

Uma moradora da região também foi à delegacia como testemunha dizendo que o açougueiro é conhecido na região como "o ladrão de calcinhas", devido a furtos de roupas íntimas femininas que estaria praticando. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions