A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/11/2013 08:32

Abandonada há anos, obra de hotel é reativada para abrir órgão da União

Lidiane Kober
Projetado para abrigar hotel, prédio, nos altos da Avenida Afonso Pena, será sede da Advocacia-Geral da União (Foto: Arquivo)Projetado para abrigar hotel, prédio, nos altos da Avenida Afonso Pena, será sede da Advocacia-Geral da União (Foto: Arquivo)

Abandonada há anos, a obra do Hotel do Parque, nos altos da Avenida Afonso Pena, foi reativada há cerca de 30 dias para abrigar sede da AGU (Advocacia-Geral da União), em Mato Grosso do Sul. A previsão é concluir a construção do prédio, que terá estacionamento subterrâneo e elevador, em até oito meses.

O hotel inacabado, que ocupa 4,7 mil metros quadrados de área nobre da Capital, foi comprado pela Financial Imobiliária, que, neste ano, fechou contrato para alugar o espaço à AGU.

De acordo com o diretor-geral da Financial, Domingos Guimarães, o hotel inacabado foi adquirido pela empresa há dois anos. “Compramos levando em conta um conjunto de fatores, como a localização e oportunidades de negócios”, comentou. Ele, no entanto, não revelou o valor do prédio, investimentos na obra e nem o preço do aluguel.

A previsão, segundo ele, é concluir o empreendimento em até oito meses. A missão foi depositada nas mãos de Sérgio Tannous Engenharia. Por enquanto, 15 profissionais atuam na demolição da parte dos fundos do prédio. A etapa deverá ser concluída, conforme o mestre de obras Ivo Gomes, em até 20 dias.

Na sequência, o grupo se concentrará na construção de estacionamento subterrâneo e deverá ganhar o reforço de mais 10 profissionais. Na parte frontal, terá também terá o estacionamento normal. Na entrada no prédio, será o atendimento ao público. “Nesta área as adequações serão poucas”, comentou o mestre de obras.

Depois da recepção, o trabalho será maior para construir os departamentos, necessários para abrigar 66 funcionários da AGU. A área terá dois andares e contará, inclusive, com elevador.

Confundido com ladrão, homem causa acidente e acaba agredido
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


Para construção de hospitais não tem verba, mas para construir com todo requinte e nababescamente com nosso dinheiro tem.....qual seria o papel da AGU aqui? O que seria mais importante do que um bom hospital? Esse País é um circo, e nós os palhaços............
 
Paulo Bonsini em 30/11/2013 22:20:33
CULPA DO BERNAL. DEVERIA SER BEM MAIS BARATO, PODERIIA COLOCAR A CGU NA CASA DO PAPAI NOEL. CADE O BERNAL QUE NAO VE ISSO...
 
paulo g diaz em 30/11/2013 15:02:48
Poderiam fazer um hospital, seria mais útil!
 
Maria Silva em 30/11/2013 12:34:48
Por que nao adquirir o imovel.....so o custo anual do aluguel, deve dar para adquirir mais de um igual a este........


 
Maria M. Lima em 30/11/2013 12:27:34
Nada como dinheiro publico e bons contatos, para levantar bons negócios.
Qual seria o papel da AGU em Campo Grande, para dispor de instalações
tão grandes em Area tão nobre ?
Gostaria de saber.
66 Funcionários: deve ter umas 05 Faxineiras, uns 03 na Portaria, uns
03 Garçons para servir cafezinho, mais uma 03 Copeiras para fazer cafezinhos,
pra lá de 15 Chefes e mais uns que vão só para bater ponto.
Bom, sem falar nos salários, onde o menor não deve ser inferior a Cinco Mil
Reais. Exatamente, este deve ser o salario do Garcon.
Lá em Brasilia, tem Garcon ganhando 20 mil reais.
Funcionário publico no Brasil tem o melhor dos mundos.
 
Reinaldo Sandim em 30/11/2013 12:15:55
E la se vai, com certeza, uma boa fatia de recursos públicos, que são arrecadados graças ao nosso suor. Na certa vai ser um luxo só, enquanto que a população em geral, carece de qualidade na prestação dos serviços que o poder público lhe oferece.
 
Fernando Silva em 30/11/2013 10:27:48
O MPF deve saber o valor do aluguel e informar a população pois somos nos que vamos pagar a conta.
 
Carlos Guimarães em 30/11/2013 09:24:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions