A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/09/2016 15:59

Acusada de matar manicure é eleita a detenta mais bela da Capital

Guilherme Henri
Gabriela Santos Antunes, de 20 anos é a mais bela detenta da Capital (Foto: Divulgação/ Agepen)Gabriela Santos Antunes, de 20 anos é a mais bela detenta da Capital (Foto: Divulgação/ Agepen)

A cabeleireira Gabriela Santos Antunes, de 20 anos foi eleita a mais bela detenta de Campo Grande, no concurso “Miss Primavera” 2016, realizado na manhã desta quinta-feira (15), no Estabelecimento Penal Feminino Irmã Irma Zorzi.

A jovem é suspeita, de no dia 15 de janeiro deste ano de matar a manicure Jeniffer Nayara Guilhermete de Morais, 22, no local conhecido como Cachoeira do Céuzinho, região do Inferninho, a 800 metros da MS-080, saída para Rochedo, da Capital.

Segundo a assessoria de comunicação da Agepen (Agência Estadual de Administratação do Sistema Penitenciário), Gabriela está presa há 8 meses e já com a faixa e coroa, revelou que o momento serviu para refletir sobre sua vida e escolhas. “Fiquei refletindo sobre a minha vida inteira, sobre o lugar onde eu estou. Não precisava disso, foi um momento de muita fúria, no calor da emoção eu fiz o que eu fiz, e em poucas horas eu destruí minha vida, mas estou pagando pelo que eu fiz, pretendo sair pra rua regenerada”, declarou.

Juliana Keli, Gabriela Antunes e Adelaine Silva (Foto: Divulgação/ Agepen)Juliana Keli, Gabriela Antunes e Adelaine Silva (Foto: Divulgação/ Agepen)

Sobre a preparação para o concurso, a vencedora revelou que “retocou” o tom loiro nos cabelos “e nada mais”. “Também já tinha experiência como modelo, pois já fiz propaganda, e isso me deu mais segurança”, disse.

Ela também agradeceu à dedicação da equipe do presídio, dedicou a vitória a sua mãe, a diretora da unidade e finalizou dizendo “tudo no tempo de Deus”.

Conquista - com a vitória, agora Gabriela representará o estabelecimento no concurso estadual, programado para novembro, na Capital e que reunirá representantes de todos os estabelecimentos penais femininos, de regime fechado, de Mato Grosso do Sul, realizado pela Agepen.

Concurso - esta é a 14ª edição do concurso e no total nove detentas disputaram o título de interna mais bela. As candidatas desfilaram nos trajes moda primavera, banho e gala e foram avaliadas nos quesitos desenvoltura na passarela, postura, simpatia, elegância e beleza.

Gabriela Santos Antunes, de 20 anos quando foi presa pelo homicídio (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)Gabriela Santos Antunes, de 20 anos quando foi presa pelo homicídio (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Manicure Jeniffer Nayara Guilhermete de Morais, 22 (Foto: Divulgação/ Facebook)Manicure Jeniffer Nayara Guilhermete de Morais, 22 (Foto: Divulgação/ Facebook)

Segundo a assessoria de comunicação da Agepen, além do desfile, as candidatas apresentaram coreografias, ensaiadas por servidoras penitenciárias, arrancando aplausos dos jurados e da plateia.

O corpo de jurado foi composto por autoridades e colaboradores e o evento ainda contou com a presença da “Miss Campo Grande”, Mariana Machado e do “Mister MS”, Geraldo Moreira.

Além da cabeleireira, Juliana Keli, de 18 anos, presa por tráfico de entorpecentes e Adelaine Silva, 22 anos foram eleitas a segunda e a terceira detentas mais belas da Capital.

Cachoeira do Céuzinho, região do Inferninho, a 800 metros da MS-080 (Foto: Fernando Antunes)Cachoeira do Céuzinho, região do Inferninho, a 800 metros da MS-080 (Foto: Fernando Antunes)

Crime – Ciúmes do marido seria o motivo que levou Gabriela a matar a manicure, segundo apurou o inquérito policial.

A manicure foi morta a tiros e seu corpo foi jogado de uma altura de 25 metros. Em depoimento, Gabriela confessou o crime e ainda revelou que contou com a ajuda de Emily Leite, 20, e de uma adolescente de 17.

No entanto, na época, alegou que o objetivo era o de “dar um susto” na vítima e não de matá-la.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions