ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Acusado de estuprar quatro filhas há três anos, pai é ouvido e liberado

Por Graziela Rezende | 06/12/2013 09:27

A Polícia Civil investiga, há três dias, estupros cometidos por um homem contra as três filhas, no Portal Caiobá, em Campo Grande. As adolescentes possuem idade entre 11 e 17 anos, sendo que as meninas decidiram denunciar o fato, após perceberem que o pai já estaria aliciando a mais nova, a 4ª vítima.

Segundo a delegada Regina Márcia Rodrigues, responsável pelas investigações, elas já prestaram depoimento e confirmaram os abusos. Ao Conselho Tutelar, uma delas comentou que o fato ocorria há três anos. “As meninas já tinham comentado com a mãe, mas ela disse que jamais acreditou”, afirma a delegada.

Assim que o fato chegou ao conhecimento da Depca (Delegacia Especializada de Proteção a Criança e o Adolescente), o pai foi chamado para prestar depoimento. “Como não se tratava de uma situação de flagrante, já que a ocorrência foi registrada 48 horas antes, o suspeito foi ouvido e liberado”, diz a delegada.

Com a versão dele, a de testemunhas e os laudos periciais, a Polícia irá analisar a possibilidade de decretar a prisão preventiva do suspeito. O homem de 37 anos nega o crime, embora a mais velha confirma ter sido violentado dos 13 aos 16 anos, bem como a de 13 e 15 anos. Todas permanecem em um abrigo da Capital.

Outro caso – No dia 3 de dezembro, o Campo Grande News denunciou outro caso semelhante, em Sidrolândia, a 71 quilômetros da Capital. São meninas de 12, 14 e 16 anos, que garantem ter sido abusadas pelo padrasto há nove anos, conforme a conselheira tutelar Aide Barbosa.

Elas, juntamente com a mãe, uma auxiliar de limpeza de 50 anos, também foram levadas para uma casa abrigo da cidade, onde recebem apoio psicológico desde segunda-feira (2).

Nos siga no Google Notícias