A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/12/2011 09:47

Acusado de mandar matar juíza pede para ser transferido do presídio federal

Aline dos Santos

Tenente-coronel chegou a Campo Grande no dia 16 de dezembro

Acusado de ser o mandante do assassinato da juíza Patrícia Acioli, o tenente-coronel Claudio Luiz Silva de Oliveira pediu para ser transferido de Mato Grosso do Sul para o Rio de Janeiro. Ele chegou ao presídio federal de Campo Grande no dia 16 de dezembro.

Ontem, a defesa do oficial impetrou habeas corpus no STF (Supremo Tribunal Federal). A alegação é que o tenente-coronel está submetido a regime carcerário “inteiramente incompatível” com a sua condição de oficial superior da PM (Polícia Militar) do Rio de Janeiro.

Na Capital, ele está em RDD (Regime Disciplinar Diferenciado). A defesa ainda alega o alto custo para que a família venha visitá-lo. No pedido, ele nega envolvimento no crime.

“Hipótese revelada na presente impetração é fato inédito, pois jamais se teve conhecimento que um tenente-coronel da Polícia Militar que se encontrava em pleno comando de um batalhão tenha dele se afastado para ir diretamente para um presídio de segurança máxima, que foi a Penitenciária Bangu I que, sabidamente, é destinada a presos de altíssima periculosidade. E, muito menos, se tem notícia de que um tenente-coronel, que está submetido a prisão provisória, tenha sido enviado para presídio federal de segurança máxima, em regime disciplinar diferenciado”, afirma a defesa.

O tenente-coronel foi transferido para Campo Grande por um prazo inicial de seis meses a pedido do Ministério Público. A medida foi para evitar a manipulação das provas e garantir a integridade física de todas as testemunhas e dos denunciados.

Também foi transferido para o presídio federal o tenente Daniel Santos Benitez Lopes, acusado de participação no crime. Eles respondem por homicídio triplamente qualificado.

Negada liberdade a tenente-coronel acusado da mandar matar juíza no Rio
O tenente-coronel Cláudio Oliveira, acusado de ser o mandante do assassinato da juiza Patrícia Acioli, teve pedido de soltura negado pelo ministro Lu...
PMs acusados de matarem juíza no RJ já estão no Presídio Federal da Capital
Os dois chegaram no início da madrugada desta sexta-feiraJá estão no Presídio Federal de Campo Grande os dois policiais militares acusados de estare...
Homem é preso por se masturbar ao lado de mulher dentro de ônibus
Um homem de 34 anos foi preso na manhã desta terça-feira (12) por se masturbar dentro de um coletivo que fazia a linha 080, entre centro e o terminal...


e se a vítima fosse um cidadão de simples Rg e CPF, será que as medidas tomadas seriam as mesmas?
 
ademir gomes em 28/12/2011 09:31:48
que ele mofa no presidio.
 
jose higuain em 28/12/2011 08:52:34
Tem que ficar preso mesmo, so porque é do alto escalão da policia não justifica matar pessoas!
Mas que vá pro Rio de Janeiro mesmo, cada estado que cuide de seus detentos!
 
anderson soares em 28/12/2011 03:39:54
Que nem tivesse vindo pra cá! crime do rio se resolva por la. Na divisão dos royalties do pré sal querem ficar com a maior bocada, mas os bandidos ficam para o MS...
 
DIEGO DELLA SENTA em 28/12/2011 02:41:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions