A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/04/2011 15:31

Adiado julgamento sobre certificado de ensino médio para aprovada em Medicina

Fabiano Arruda

Aluna quer documento para efetivar matricula no curso da UFMS

Desembargadores da 2ª Seção Cível do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) decidiram adiar, para a próxima segunda-feira, o julgamento sobre mandado de segurança impetrado por uma estudante, aprovada em Medicina na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), mas que ainda cursa o terceiro ano do ensino médio. A ação busca garantir o certificado de conclusão do ensino médio.

Ela alega que precisa do certificado de conclusão ou da declaração de proficiência com base no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para realizar a matrícula no curso.

Para a Secretaria de Educação do Estado de Mato Grosso do Sul a recusa na emissão do documento tem embasamento, pois a estudante não preenche o inciso I do art. 2º, da Portaria nº 4, de 11 de fevereiro de 2010, que consiste no limite de idade mínima de 18 anos.

Segundo informações do TJ/MS, o relator do processo, desembargador Joenildo de Sousa Chaves, argumentou que “é certo que a impetrante ainda não atingiu 18 anos, mas com o devido respeito aos entendimento em sentido contrário, a idade não pode servir de obstáculo para a aquisição de direito, porque a ontologia da limitação de idade é em relação à capacidade intelectual da pessoa e se esta capacidade não é questionada, carece a recusa de legitimidade por razão da idade”.

Outro caso semelhante foi adiado para a próxima segunda. Um estudante relata que foi reprovado no último ano do ensino médio, mas aprovado no Enem e no vestibular para o curso de Direito da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), onde já efetivou matrícula. Ele afirma que o pedido para o fornecimento do certificado ou da declaração de proficiência com base no Enem lhe foi negado, porque ele não teria completado a idade de 18 anos.



Passar na UFMS muito dificil, mas nas particulares hum! não vejo muita dificuldade tem que ser bem avaliado pelo Juiz.
 
Luis Mário em 12/04/2011 08:15:35
E OS SUPERDOTADOS SÓ PODEM CURSAR NIVEL SUPERIOR FORA DO BRASIL????SERÁ O CASO DESTA MENINA?
IDADE NÃO DIZ NADA.....ELA PODE SER CAPAZ SIM...
 
GILMAR CANDIDO em 12/04/2011 06:10:44
Se a Lei garante certificado do 2° grau pra quem atingiu a média no ENEM, e se esse "alguem" conseguiu, mesmo concorrendo com milhares, vaga na Universidade, seria muito injusto não ser reconhecido por causa da idade. Uma aberração.
 
marcia maria em 12/04/2011 04:59:34
Concordo com a posição da Secretaria, pois se os tribunais começarem a agir assim, nos proximos anos será uma avalanche de mandados de segurança
 
NILO ARAUJO em 12/04/2011 04:16:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions