A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/09/2015 10:12

Adolescente diz que foi ajudar, mas estuprou criança e põe culpa na droga

Filipe Prado e Luana Rodigues
Para o delegado, o adolescente disse que uma coisa em sua cabeça fez ele estuprar criança (Foto: Marcos Ermínio)Para o delegado, o adolescente disse que uma "coisa em sua cabeça" fez ele estuprar criança (Foto: Marcos Ermínio)

O adolescente de 17 anos, acusado de estuprar a criança de três anos no Bairro Izabel Garden no dia 12, alegou que queria ajudar a criança, porém foi "influenciado" pelos efeitos de bebidas alcoólicas e maconha cometeu o estupro. Ele foi apreendido ontem (20), por volta das 15h, em uma casa abandonada, no bairro onde o crime aconteceu.

Conforme o delegado Paulo Sérgio Lauretto, titular da Depca (Delegacia Especializa em Proteção à Criança e ao Adolescente), o jovem foi encontrado graças às imagens das câmeras, apoio da população e o serviço de investigação da polícia.

O acusado disse para a polícia que no dia do crime estava voltando de uma festa, no Bairro Nova Lima, quando encontrou a criança na rua de casa. A menina estava chorando e perguntando pela mãe, então ele resolveu ajuda-lá, porém uma “coisa em sua cabeça” fez ele mudar de ideia.

O adolescente levou a criança até um terreno baldio, onde havia um monte de areia, que impedia a visão do ato. A menina foi estuprada no chão do terreno e deixada no local pelo acusado, que foi embora para casa da avó, onde morava dormir. O ato aconteceu entre as 4h30 e 6h30, não sabendo relatar com precisão o horário.

A polícia encontrou o acusado neste domingo, deitado no chão de uma casa abandonada, há três casas da residência da vítima. Ele disse que havia voltado de uma festa e não conseguiu chegar em casa.

Foram encontrados objetos, como corrente, mochila e boné, idênticos aos mostrados nos vídeos. Ele também entregou uma camiseta para a polícia, usada no dia do crime. O menor tentou negar, mas acabou confessando o estupro. “A polícia não tem dúvidas, ele confessou, contou detalhes e mostrou assessórios iguais aos da imagem”, apontou o delegado.

Para a polícia, o adolescente afirmou estar bastante arrependido e disse não acreditar no que havia cometido. A família do rapaz também diz estar abalada com a situação.

Lauretto representou pela apreensão do adolescente ontem e ele foi encaminhado para a Unei (Unidade Educacional de Internação), onde irá responder por ato infracional análogo a estupro de vulnerável.

O advogado do adolescente, Haroldson Loureiro Zatorre, comentou que não “há muito que alegar” e que é um caso muito triste, sendo “quem perde mais foi à sociedade, pois é um crime causado pelo tráfico de drogas”.

A vítima está passando por acompanhamento psicólogo e de assistência social.

Adolescente é apreendido e confessa que estuprou menina de 3 anos
Um adolescente de 17 anos foi apreendido na tarde deste domingo(20) acusado de ser o autor do estupro de uma menina de três anos, no bairro Izabel Ga...
Suspeito de ter estuprado menina de 3 anos pode ter deixado a cidade
O suspeito de ter estuprado no sábado uma menina de três anos, residente no Bairro Parque Izabel Garden, viajou e como por enquanto, a Polícia não re...
Pessoa próxima é suspeita de ter estuprado menina de três anos
Uma pessoa próxima, que não será identificada para que a própria vítima seja preservada, é a principal suspeita de ter estuprado a menina de 3 anos n...
Suspeitos de estuprar menina de 3 anos são ouvidos e liberados
Suspeitos de estuprar uma menina de 3 anos na madrugada de sábado (12), no Bairro Izabel Garden, em Campo Grande, foram ouvidos e liberados. Eles neg...


Este tipo de barbárie só vai acabar quando houver Prisão Perpétua e Castração Química.
 
Ezequiel em 21/09/2015 15:16:18
Os crimes de estupros e abusos sexuais contra crianças indefesas no Estado do Mato Grosso do Sul esta se tornando corriqueiros. As autoridades governamentais e a própria sociedade deveriam se mobilizar e fazer uma grande Campanha de orientação e conscientização aos Pais e principalmente às Mães. Nossas crianças não podem continuar sofrendo este tipo de barbárie. SÓ NESTES ÚLTIMOS DIAS FORAM NOTICIADOS 03 CASOS DESTE TIPO MONSTRUOSIDADE e quantos será que não foram denunciados ou não se tornaram públicos? Eu acredito que dado, a credibilidade e o exemplo de Mãe que é a Primeira Dama do Estado, ela tem condições de fazer uma mobilização de diversos setores do governo e da sociedade sul-mato-grossense para tentar dar um basta nesta monstruosidade.
 
Ezequiel em 21/09/2015 15:04:02
Que DEUS tenha compaixão dessa pobre menina, indefesa, assustada e por fim estuprada por um aproveitador amparado pela lei que protege esse tipo de Monstro. É no final põe a culpa na droga, é fácil fazer merda né?
 
Ju em 21/09/2015 14:41:26
A culpa não foi dele, foi da droga.
Assim como a culpa não é de quem atira é da bala que sai sozinha do cano e acerta alguém.
Ninguém nunca quer assumir as culpas de nada
 
Cyro Escobar Ribeiro Neto em 21/09/2015 11:59:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions