A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/08/2014 19:57

Agenda dos 115 anos terá lançamento de 12 Centros de Aperfeiçoamento de Atletas

Alan Diógenes

A programação de aniversário de Campo Grande, no mês de agosto, tem entre outras datas, uma especial ao futuro do esporte na Capital. Na próxima quarta-feira, 6 de agosto, a Prefeitura, por meio de sua Fundação Municipal de Esporte (Funesp), lança o programa dos Centros de Aperfeiçoamento de Atletas “Geração de Campeões”, que terá 12 núcleos, em todas as regiões da cidade, visando formar profissionalmente cerca de 500 atletas no município, em seis modalidades. Dentro das comemorações aos 115 anos do município, o lançamento sera uma das principais ações nas festividades e a ser desenvolvida pela administração do prefeito Gilmar Olarte, que pontua que o sucesso do projeto, vai além de ‘criar um atleta’, mas na vitoria da cidadania e no combate a dependência química, que vem aumentando na Capital.

O projeto dos Centros visa proporcionar a jovens talentos de todo o município, que serão selecionados, o continuo trabalho dos treinamentos até atingir o alto rendimento, profissionalização e qualificação nacional e internacional. Direcionado a jovem de 11 a 17 anos, a “Geração de Campeões” buscará treinar e dar oportunidade aos jovens de diversos bairros da Capital na continuidade do processo da formação como atleta nas modalidades esportivas e da cidadania.

Olarte destaca que o projeto de aperfeiçoamento é um sonho para manter os talentos esportivos na Capital e fortalecer as equipes locais, nas seis modalidades, e uma resposta social a ser dada a sociedade. “Acredito que o esporte é um instrumento de transformação, nossos jovens podem sair da rua e ir para o campo, para a quadra e para tantos outros esportes. Os pais e jovens podem se preparar, que a nossa meta é valorizar o potencial dos adolescentes propondo a eles o aperfeiçoamento na formação como atleta. Além de que nosso maior desafio é diminuir a violência, também por meio do esporte. Não deixaremos de ir nessa linha. Nós precisamos dar essa resposta a nossa cidade”, destacou o prefeito.

O prefeito exalta a visão cidadã do projeto ante a superação da violência e no combate as drogas. “A diminuição das dependências químicas é o alvo para concretizar com sucesso o projeto a ser desenvolvido pela administração municipal. Temos que diminuir, se não acabar, com as drogas em nossa cidade. Nós precisamos retirar a gurizada da rua. Fazermos esses Centros com a visão de 50% esporte e 50% contra as drogas. Cada técnico, instrutor, não sendo só professor, mas devendo ser um plantador de sonhos, um pai, orientador em primeiro lugar. E por, consequência, ver os talentos para profissionalização esportiva”, considerou.

Centros x Parceria

O presidente da Funesp, José Eduardo Amancio da Mota, ratifica que além de formar atletas, os Centros serão de Excelência com parcerias para atingir a inclusão social e a formação do caráter humano dos participantes. “O Projeto é uma parceria da Prefeitura, Federações Esportivas e a iniciativa privada e estamos trabalhando para proporcionar aos campo-grandenses a formação de atletas de alto rendimento, garantindo também a inclusão social através do esporte e destes locais distribuídos pela cidade”, explica.

O projeto prevê a divisão em seis modalidades esportivas com os profissionais de Educação Física da Funesp buscando treinar e capacitar 80 atletas por polo, do sexo masculino e feminino. De forma gratuita as modalidades serão Basquete, Handebol, Futebol, Natação, Voleibol e Vôlei de Praia, a serem ministradas nos locais conquistados por meio das parcerias, nos ginásios do Rádio Clube Campo, da Universidade Federal de MS, MACE, Sindicato dos Bancários e SEST/SENAT, além do Ginásio Guanandizão e do Parque Tarsila do Amaral, de domínio do município.

O professor Kellermann Zanotti, responsável pelo projeto, resumi a questão pratica das atividades a serem desenvolvidas. “A intenção é melhorar o desempenho técnico e físico dos jovens. O projeto é uma oportunidade para os iniciantes melhorarem o nível técnico nas modalidades, e para os que já são atletas, semi ou profissionais, o objetivo é dar continuidade aos treinamentos, melhorando as aptidões físicas e técnicas, facilitando a profissionalização total e o contato com patrocinadores”, detalha.

A Funesp conta hoje com 58 polos (escolinhas) na Capital, que continuarão a existir e passarão a selecionar, como em outros locais, os jovens a serem encaminhados aos 12 centros de aperfeiçoamento.

O lançamento do projeto acontece no dia 06 de agosto, a partir das 14h30, na Escola de Governo, antigo CECAP, que fica na Avenida Ernesto Geisel, esquina com Rua 26 de Agosto - Centro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions