ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  19    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Ajudante apanha de seqüestradores por não ter dinheiro em conta

Por Rafael Ribeiro | 23/02/2017 08:11

Um ajudante de 39 anos apanhou de sequestradores na noite desta quarta-feira (22) por não ter dinheiro em conta para dar aos bandidos, na região central de Campo Grande.

Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 21h15. A vítima esperava ônibus em um ponto na Avenida Joaquim Murtinho, próxima da sede da Polícia do Exército, quando foi surpreendida por um Voyage preto com três ocupantes.

Um dos acusados desceu já com um revólver à mão exigindo que o ajudante entrasse no veículo. Violentos, os bandidos o obrigaram a entregar o cartão bancário com a senha e foram até uma agência do Banco do Brasil na esquina das avenidas Calógeras e Afonso Pena, onde constataram que a vítima não tinha dinheiro.


Em seu depoimento na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da região central, onde o caso foi registrado, o ajudante contou que ficou por cerca de 15 minutos como refém do trio no seqüestro-relâmpago.


“Quando viram que não tinha dinheiro na conta começaram a me dar tapas, socos e me xingar”, disse.


A vítima foi deixada pelos bandidos nas imediações de um frigorífico no Bairro Popular. Sem a grana da conta bancária, a opção do bando foi fugir levando carteira e celular do ajudante.

Os criminosos não haviam sido identificados até a conclusão desta reportagem e o caso é investigado pela Polícia Civil.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário