A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

01/03/2013 14:07

Além de demissões, falta produtos de limpeza em unidades de saúde

Mariana Lopes
Assembleia na manhã de hoje foi para as trabalhadoras votarem (Fotos: Luciano Muta)Assembleia na manhã de hoje foi para as trabalhadoras votarem (Fotos: Luciano Muta)

Ontem foi o último dia de trabalho das funcionárias de serviços gerais da empresa que prestava serviço tercerizado nas Unidades Básicas de Saúde e Postos de Saúde de Campo Grande. Sem receber da Prefeitura por três meses, a empresa encerrou o contrato e demitiu os trabalhadores. O resultado são unidades básicas de saúde sem limpeza.

Apenas os postos de saúde 24 horas estão com o serviço funcionando, por causa do contrato emergencial que a Prefeitura fez com outra empresa tercerizada. Mas o contrato não se estende às Unidades Básicas de Saúde.

A empresa que prestava o serviço de limpeza, Total, informou ao Steac (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio e Conservação) que o contrato com a Prefeitura encerrou em dezembro, mas afirmou que manteve os funcionários em atividade por um pedido do prefeito, Alcides Berna (PP), conforme explica o presidente do sindicato, Wilson Gomes da Costa.

Porém, a empresa também disse ao sindicato que o pagamente deste período não foi feito pela Prefeitura, por isso houve a demissão em massa. Foram dispensados aproximadamente 275 funcionários.

Deste total, 121 trabalhadores dos postos 24 horas foram contratados pela empresa tercerizada que assumiu de hoje. Ou seja, 154 ainda estão desempregados, que correspondem às Unidades Básicas de Saúde, onde não há mais nem materiais de limpeza, pois foi tudo recolhido pela Total, de acordo com o presidente do sindicato.

Assembleia – Na manhã de hoje, o Stec realizou uma assembleia com todos os trabalhadores para definir o acordo com a Total e também tirar dúvidas. Os funcionários demitidos tinham duas opções.

Uma era de aceitar a proposta da empresa de dividir o salário de fevereiro e a verba rescisória, e ter direito a FGTS e Seguro-Desemprego imediato. A outra opção era de querer o salário e outros benefícios integrais, mas daí os demitidos precisariam entrar na Justiça, pois a empresa deixou claro que não tem dinheiro para pagar o montante, já que não recebeu da Prefeitura e teve bancar esses três meses.

De forma tranquila e por unanimidade, os trabalhadores votaram em aceitar o parcelamento desde que seja feito no máximo em três vezes, com uma entrada e mais duas parcelas.

“Sempre recebemos normal, trabalho como tercerizada desde julho e só agora tivemos problema, depois que o Bernal assumiu a Prefeitura”, reclama a serviços gerais Daniela da Conceição, 30 anos.

A orientação repassada tanto pelo sindicato quanto pela empresa que assumiu o contrato emergencial, Mega Serv, aos trabalhadores que prestavam serviço nas Unidades Básicas de Saúde era para eles irem aos seus locais de trabalho normalmente e aguardar o contato do novo empregador.

Porém, o contador da Mega Serv, Isaias de Paula, disse que não pode garantir que essas pessoas sejam recontratadas, pois ainda não há nenhum contrato firmado. O presidente do sindicato lamentou o ocorrido e disse que estão fazendo o possível para não prejudicar ainda mais os trabalhadores, mas também não pode garantir um novo contrato, pois isso depende da Prefeitura.

O Campo Grande News entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura para saber se há previsão de abrir outra licitação para contratar uma empresa que preste o serviço de limpeza e também para saber como ficará a situação nas Unidades Básicas de Saúde, porém não obteve resposta até o fechamento desta matéria.



É que o pessoal ainda não viu (FELIZMENTE) os banheiros dos terminais e os próprios também.. isso sem falar que agora os ônibus circulam MAIS, BEM MAIS MESMO lotados... gente saindo pelo "ladrão".. mas acredito que uma boa parte.. aproximadamente uns 300 mil devem estar felizes realizados.. e entre eles.. a Rosalina Franco.. que votou nele.. rssrsrsrsrr
 
Gilson Giordano em 01/03/2013 17:16:44
Esse lance dos 24 horas é conversa pra boi dormir, tem CRS que tá imundo, banheiro de paciente sujo sem nenhuma condição, por isso eu falo, quem votou no Bernal no primeiro turno nas eleições passada se arrependeu de não ter votado no Reinaldo.
 
Bruno Dias em 01/03/2013 16:26:57
a nossa cidade esta tomada de sujeiras e muitos matos cade a limpeza so vejo a prefeitura fazendo limpeza so nas avenidas esta na hora de acaba com isso vamos cuida de cg toda e como fica a dengue os mosquitos so estão nas avenidas de cg secretarias do prefeito
 
iolanda santiago em 01/03/2013 16:09:50
PRONTO NAO QUERIAM MUDANÇAS AI ESTAO .
 
aparecida carla campos magalhaes em 01/03/2013 16:08:17
E o Bernal? Que coisa feia né Bernal? Bem, eu já imaginava que isso ocorreria, mas como não tenho bola de cristal fico só no: já imaginava mesmo. Ta ai a mudança que todos queriam. Agora temos que aguentar quatro anos. E como custa passar quando é assim.
 
Almir Batista Alves em 01/03/2013 15:52:14
O que tenho a dizer,voces nao queriam MUDANÇA...........ai ta a MUDANÇA..........
 
wagner barreto leite em 01/03/2013 15:51:59
Isso é vergonho porque contratar um empresa terceirizada se pode contratar o funcionário sem atravessador? Cada 5 funcionários terceirizados se contrata pagando o mesmo salário da mesma 8 fucionários diretos. A pior coisa do mundo é a tercerização, que contrata seviços terceirizados é inconpetênte administrativamente e não sabe faer contas(deve refazer todo ensino fundamental). Sr. prefeito faça uma verificação de quantos funcionários se precisa por turno e contrata diretamente estes da terceirizada, com o acréscimo de 10% da meta de funcionário para eventuais emergência, se paga um salário justo(igual ou 10% a mais). A econômia no mês deverá ser de no mínimo 30% em relação ao contrato com a terceirizada!
 
Alexandre de Souza em 01/03/2013 15:49:54
Mais uma vez, meus parabéns sr° prefeito, ou melhor, meus parabéns eleitores do sr° prefeito.
 
Edson Pontes em 01/03/2013 15:41:14
Esta ficando feia a situaçaõ da nossa cidade,sujeira,mato,desemprego,vamos se cuidar meu povo...
 
ANGELA COSTA em 01/03/2013 15:37:13
infelismente é asim que o bernal agradeçe os votos que muitas mulheres que votarao dele muito obrigado senhor prefeito ........
 
luciana amorim em 01/03/2013 15:28:11
Bernal, chama o Nelsinho pra te ajudar, antes que o barco afunda de vez e vc nunca mais ganha nem para presidente de bairro.kkkkkkk.
 
sergio covre em 01/03/2013 15:15:43
Infelismente isso só mostra que o eleitor não tem a minima condição de escolher quem irá administrar uma cidade, uma capital. O que estamos vendo é fruto de eleitores sem condições nenhuma de eleger um representante a altura dos problemas que existem na administração de uma capital, e um CIDADÃO sem a mínima capacidade de administração que esse cargo exige. O povo queria mudança e isso esta ocorrendo, só que para pior.
 
arlete araujo em 01/03/2013 14:45:29
Essa é a mudança do nosso prefeito ,pessoas desempregadas,postos de saúde sujos,etc...até quando meu deus...
 
Lilian Oliveira em 01/03/2013 14:12:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions