A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

13/08/2017 10:50

Além de incentivo ao esporte, crianças se divertem em maratona mirim

Crianças entre 5 e 12 anos acordaram cedo neste Dia dos Pais para correr nos altos da Afonso Pena

Richelieu de Carlo e Amanda Bogo
Crianças disputam corrida de 300 metros nos altos da Afonso Pena. (Foto: João Paulo Gonçalves)Crianças disputam corrida de 300 metros nos altos da Afonso Pena. (Foto: João Paulo Gonçalves)

Com expectativa de participação de 1,3 mil crianças ao longo da manhã deste domingo (13), Dia dos Pais, o Circuito Caixa de Maratoninha faz crianças com idade entre 5 e 12 anos correrem, se divertir e brincar nos altos da Avenida Afonso.

“Gostei de correr, achei legal porque faz eu me divertir e brincar ao mesmo tempo. Esporte dá qualidade de vida. Quando crescer quero continuar, mas no ciclismo", disse Gabriel Moraes Lima um contente corredor amador de 7 anos, que já planeja o esporte como parte do seu futuro.

O relato é de dar orgulho à medalhista olímpica no revezamento 4x100 em Pequim 2008, Rosemar Maria Coelho Neto, de 40 anos, madrinha da competição, que, assim como Gabriel, diz ter começado cedo na prática esportiva.

"Comecei a correr nessa idade, e acho importante as crianças vivenciarem o atletismo. Acredito nesse evento pela oportunidade que ele dá para as crianças, principalmente nessa idade onde elas se apaixonam pelo esporte", relatou a ex-corredora profissional.

Nos Jogos de Pequim, Rosemar foi 4º lugar com o tempo de 43s14, ficando a apenas 0,10 segundos do bronze olímpico, conquistado pela Nigéria, mas em 2016 o Comitê Olímpico Internacional retirou o ouro da Rússia por causa do doping, e com isso a equipe brasileira virou bronze.

Gabriel Moraes apresenta orgulhosamente sua medalha. (Foto: Amanda Bogo) Gabriel Moraes apresenta orgulhosamente sua medalha. (Foto: Amanda Bogo)
Provas como essa ajudam a valorizar o esporte, defende a professora Carolyn Roberta."Provas como essa ajudam a valorizar o esporte", defende a professora Carolyn Roberta.

A competição conta com 55 baterias de 300 metros de corrida, e os participantes são divididos em categorias de acordo com a faixa etária. Há também baterias para jovens portadores de necessidades especiais.

Após a prova, todos os atletas-mirins são premiados com medalhas, e os vencedores de cada bateria ganham uma bicicleta como premiação.

“Acho esse evento ótimo e deveria ter mais como esse. É o que motiva as crianças que vem com a intenção de ganhar. Muitos acham que o atletismo não é valorizado, e provas como essa ajudam a valorizar o esporte", defende a professora de educação física Carolyn Roberta, 27 anos, que acompanha 13 crianças da Escola Municipal Rafaela Abrão.

O evento faz parte do calendário de comemoração ao aniversário dos 118 anos de Campo Grande. Além disso, inaugurou o programa “Domingo em Família na Afonso Pena”, que interdita trecho da avenida aos domingos para a prática esportiva em um dos locais com maior apelo ao lazer em Campo Grande.

De acordo com a lei que regulamenta o programa, o bloqueio da faixa sentido Parque dos Poderes-Centro começa no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua Coronel Cacildo Arantes e segue até o cruzamento com a Avenida do Poeta, entre as 7h e 13 horas, todos os domingos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions