A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/07/2011 18:51

Reconstituição de morte de soldado não esclarece dúvidas, diz advogado

Viviane Oliveira
A reconstituição foi na tarde de hoje. (Foto: Simão Nogueira) A reconstituição foi na tarde de hoje. (Foto: Simão Nogueira)

Durou 2h40 minutos a reconstituição da morte do soldado Leonardo Pavão Rodrigues, 19 anos, feita na tarde de hoje no 9º Batalhão de Suprimentos do Exército, em Campo Grande. O soldado morreu na madrugada do dia 12 ao ser atingido por um tiro acidental disparado pelo soldado Adriano Moreira Rafael, 20 anos.

De acordo com o advogado da família da vítima, Márcio Widal, a reconstituição começou às 14 e terminou 16h40. “O exército reconstituiu a versão do acusado e das testemunhas que presenciaram o crime”.

Segundo Márcio, algumas dúvidas ainda não foram esclarecidas por não ter tido acesso ao que está sendo investigado, mas que já foi autorizado pelo exército. “Amanhã vou ter acesso para analisar o inquérito”, disse.

O Ministério Público Militar ficará responsável de concluir se houve o crime doloso ou se foi acidental. “Hoje só foi para observar e esclarecer se havia alguma rixa entre o acusado e a vítima. O advogado afirma que não tinha.

Como o fato ocorreu dentro do exército em exercício militar a família espera que seja apurada qualquer negligência por parte do comando. Conforme o advogado, não será realizado mais nenhuma diligência a respeito do caso.

Acidente - Leonardo estava dormindo no alojamento do quartel e o disparo aconteceu quando outro soldado, que estava armado, foi chamá-lo para fazer a troca da guarda no batalhão.

O tiro acertou o rosto de Leonardo, que não resistiu e morreu no local, antes de receber atendimento.



CLARO QUE TEVE NEGLIGENCIA, POIS QUEM JA SERVIU O QUARTEL SABE MUITO BEM OS TRAMITES PARA IR ACORDAR QUEM VAI "PEGAR NA HORA": AO CHEGAR DO SEU QUARTO DE HORA O CABO DE DIA OU O SARGENTO DE DIA TEM QUE RECEPCIONAR O SOLDADO QUE CHEGOU DO SEU QUARTO DE HORA, PEDIR PARA ELE TIRAR O CARREGADOR DA ARMA, DAR DOIS GOLPES DE SEGURANÇA NA ARMA, DESTRAVAR A ARMA E DESENGATILHAR, TRAVAR A ARMA, LEVAR A ARMA PARA UMA ANTE SALA PARA DEIXA-LA NO CABIDEIRO SO DEPOIS ENTRA NO ALOJAMENTO PARA CHAMAR O COMPANHEIRO QUE IRA "PEGAR NA HORA" ESTE RAPAZ COM CERTEZA NAO TEVE CULPA MAS EM ALGUM MOMENTO ELE ALEM DE ESTAR COM A ARMA MUNICIADA ELE DEVE TER CARREGADO A ARMA E NA HORA QUE ABAIXOU PARA CHAMAR O COMPANHEIRO O QUE JA ERA ERRADO POIS NAO SE ENTRA ARMADO NO ALOJAMENTO A ARMA DESTRAVOU DEVIDO A ALGUN SOLAVANCO E DISPAROU!
 
CARLOS DAMASCENO em 21/07/2011 10:30:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions