A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

05/09/2018 11:18

Antes de voltar para pedestal, relógio da Calógeras passa por testes

A TV News foi visitar o relógio na manhã desta segunda-feira (3) e ele aparentemente já estava de volta ao seu pedestal, mas não marcava a hora certa

Anahi Zurutuza
Relógio sendo levado para conserto no dia 28 de setembro (Foto: Marina Pacheco)Relógio sendo levado para conserto no dia 28 de setembro (Foto: Marina Pacheco)

Ele foi revitalizado e consertado, ganhou homenagem e horas depois parou de funcionar. Já se passaram dez dias da inauguração do “novo” relógio da 14 de Julho, hoje instalado no cruzamento da Calógeras com a Afonso Pena, mas ele continua mostrando cansaço. A máquina de contar as horas ainda passa por testes, segundo a Prefeitura de Campo Grande.

A TV News foi visitar o relógio na manhã desta segunda-feira (3). Ele aparentemente já estava de volta ao seu pedestal, mas não marcava a hora certa. Ao Campo Grande News, a assessoria de imprensa da prefeitura esclareceu nesta quarta-feira (5) que na verdade, só os mostradores das horas foram reinstalados no totem. “As máquinas estão funcionando, porém a empresa que fez o conserto aguarda o ajuste definitivo para reinstalá-lo”, informou a nota.

Após ficar parado por três anos e ser consertado, o relógio foi reinaugurado na noite do dia 27 de agosto, mas na manhã do dia 28 já não funcionava mais. Funcionários responsáveis pela manutenção explicaram que a estrutura, com quatro mostradores apontados cada um para um lado, sofreu uma possível pane elétrica.

Duas máquinas queimaram e as outras duas foram desligadas. Segundo os técnicos, um problema elétrico no relógio mestre, que coordena a estrutura, teria provocado o curto.

Histórico - O monumento revitalizado recebeu o nome do Doutor Renato Barbosa de Rezende, como prevê lei aprovada na Câmara de Vereadores. Rezende, falecido em 2014, foi presidente da comissão que trabalhou pela revitalização do relógio, na época das comemorações do centenário de Campo Grande.

O relógio foi construído no canteiro central na esquina da avenida Afonso Pena e Calógeras é réplica do antigo relógio da rua 14 de Julho. O antigo relógio foi inaugurado em 1933, na esquina da avenida Afonso Pena e rua 14 de Julho.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions