A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/06/2013 16:49

Apesar da chuva, 300 estudantes vão ao parque organizar protesto

Viviane Oliveira
Um dos assuntos em pauta é a truculência da Polícia contra os manifestantes.  (Foto: Cleber Gellio)Um dos assuntos em pauta é a truculência da Polícia contra os manifestantes. (Foto: Cleber Gellio)
Mesmo com chuva, centenas de pessoas se reuniram no Parque das Nações Indígenas. (Foto: Cleber Gellio)Mesmo com chuva, centenas de pessoas se reuniram no Parque das Nações Indígenas. (Foto: Cleber Gellio)

Aproveitando a onda de protestos em São Paulo e Rio de Janeiro, contra o aumento da tarifa do transporte público, centenas de estudantes se reuniram na tarde deste domingo (16) no Parque das Nações Indígenas, nos altos da avenida Afonso Pena para organizar uma passeata nesta semana.

O encontro foi marcado pelo Facebook, primeiro em solidariedade aos paulistas que apanharam em confronto com a Polícia nas manifestações da semana passada. Mas, reunidos, os jovens arrumaram outros motivos para protestar por aqui, já que a tarifa do ônibus não subiu este ano em Campo Grande.

A concentração para a primeira manifestação local foi marcada para a próxima quinta-feira (20), às 17h na Praça do Rádio Clube, na avenida Afonso Pena, quando acontece o Dia do Basta, movimento nacional contra a impunidade e a corrupção que já agendou mobilização para os dias 20, 21 e 22 de junho.

O apoio aos colegas de São Paulo, combate a corrupção, revolta com os escândalos de desvio de dinheiro dos hospitais da Capital, são alguns dos temas que serão levados às ruas pelos estudantes sul-mato-grossenses.

Os organizadores do evento, chamado “Encontro: Não é por centavos, é por direitos”, ouviu cada um dos presentes na tarde de hoje no Parque das Nações até chegarem a um consenso. O encontro foi criado por um perfil "Anonymous MS", uma derivação de uma comunidade internacional online que age de maneira coordenada e anônima.

O artista plástico Luciano Alonso, de 36 anos, diz que as manifestações em São Paulo e Rio de Janeiro serviram para motivar os movimentos em Campo Grande, como em outras cidades brasileiras. “Temos que ir para as ruas protestar contra o que vem acontecendo no nosso Estado, como a máfia do câncer e o tráfico de influência", lembra.

A estudante Jhenifer Rocha de 18 anos, conta que mora no bairro Nova Lima e ficou sabendo da reunião pelo Facebook. “Eu vi a proposta e achei muito interessante. Está na hora da gente deixar o comodismo de lado e fazer alguma coisa pela nossa cidade”, afirma.

“Nós chamamos as pessoas pelo Facebook em solidariedade aos manifestantes de São Paulo e aproveitamos o gancho para discutir as questões no nosso Estado”, diz a acadêmica de Administração de Empresa, Desire dos Santos, de 20 anos.



to dentro de qualquer forma de manifesto para valorizar nossos direitos que anda perdido já faz tempo, vamos levantar as cabeças e vamos mostrar a verdadeira nação brasileira, que luta por seus ideais, chega de ver tanta atrocidade de verdadeiros ladrões nos representando, pois o povo unido jamais será vencido, pois Brasil verás que um filho teu não foge a luta
 
mateus da silva leite em 18/06/2013 08:52:43
E quando vão protestar quanto á não-partilha dos valores arrecadados com os Royalties e que foram objetos de manifestações que teve até participação da xuxa, Gilberto Gil; ondr estavam os nossos valorosos manifestantes? o nosso estado e grande parte da nação ficou chupando dedo, e os nossos queridos manifestantes, talvez, participando da maior roda de tereré; aliás, porque ninguém mais fala sobre os royalties?? Todos quietos, contentes e felizes....
 
Anderson Roque em 17/06/2013 14:41:29
Nossa Campo Grande esta uma verdadeira bagunça, nosso Prefeito já esta a 6 meses no Cargo e até hoje tem secretarias que não funcionam direito. Sem falar na falta de Médicos nos postos de Saúde, Funcionários públicos trabalhando com descaso, Obras inacabadas, Brigas entre Prefeito e Vereadores pois estão focados em seus partidos e disputas por poder, dinheiro pois ainda temos muitos corruptos no poder,e eles esquecem que Apos serem ELEITOS todos tem o mesmo Objetivos TRABALHAREM PELO POVO... Um dia teremos pessoas no poder visando somente bem do povo e não os seu próprios interesses.
 
Pétherson Matias em 17/06/2013 13:16:54
Fora Bernal!!!!
 
joão gois em 17/06/2013 12:48:04
Valeu!!! Camila Maia pela dica.
Vamos protestar sem vândalismo, quebradeira...de maneira civilizada e inteligente.
Acredito muito em ações como essa. Dá mais esperança, nos fortalce e faz acreditarmos que não estamos só na multidão de tubarões, que tudo fazem e nada acontece.
O Brasil é lindo e muito rico em todos os aspectos, com pessoas maravilhosas... só a politicagem nojenta, roubalheira de alguns empresários e políticos que emperram o desenvolvimento da nossa Pátria. Temos que freiar essa cambada(maus políticos e todos os poderosos que ocupam altos cargos no Poder Público), que só pensam no próprio umbigo. Muitos estão velhos prá caramba e continuam com a ganância em acumular fortuna, retirando do trabalhador.
 
Neyde de Oliveira em 17/06/2013 12:28:40
Rafael Santos e aos demais que se interessarem, o grupo sairá às 18:30 da praça do Rádio justamente para que trabalhadores e a quem mais interessar, possam também indignar-se, seja com a máfia da saúde, seja com o desrespeito ao seu dinheiro, com a Copa, com a educação precária... O movimento não é para estudantes exclusivamente, todos deviam levar sua indignação enquanto cidadãos. Enfim, chega uma hora que basta só ficar reclamando em casa. Os protestos estão muito além dos 0,20 centavos.
 
Camila Maia em 17/06/2013 11:01:15
João Mateus qualquer coisa? Acho que o que esta acontecendo em Campo Grande é qualquer coisa? hahaha
Por favor reveja seus conceitos de qualquer coisa!
 
Rogger Corrêa em 17/06/2013 10:30:31
Parabéns!!! galera, o caminho é exatamente esse...vamos a luta.
Temos que ser otimistas, antes tarde do que nunca.
Sempre acreditei na força de uma nação unida. Afinal, o povo unido tem força de mudar o mundo e colocar em ordem tanta maracutai, roubalheira descarada em diversos orgãos públicos.
No MS, temos que lutar pela redução desse maldito ICMS, tarifa de ônibus e sua péssima qualidade. Contra essa quadrilha do hospital do câncer e melhora na saúde geral, melhor qualidade nos asfalto das ruas da capital e BRs. NÃO ao desmatamento desenfreado (que continua acontecendo silenciosamente). NÃO a construção de condomínios de luxo em áreas de reserva (onde o dinheiro fala a verdade cala),etc.
Vamos LUTAR por um País diferente, com mais transparência e segurança.
 
Neyde de Oliveira em 17/06/2013 09:52:22
" já que a tarifa do ônibus não subiu este ano em Campo Grande."
Não subiu esse ano... Mas continua sendo uma das tarifas mais caras do país, fora que o transporte é uma porcaria!
 
Suellen Kemp em 17/06/2013 09:33:09
Cristina, como vc diz ser "errada" não é a questão, mas agora, faltou um pouco de informação, SEMPRE tem "Ações sociais" em CG (apenas não são divulgadas pela mídia), pois é só percorrer o face que vc vê sim vários jovens se manifestando para doação de sangue e arrecadar agasalhos!
Agora quanto ao cuidar da própria casa pra depois cuidar de casa dos outros, acredito que se der certo, este seja apenas a primeira manifestação! O que falta é alguém da UFMS fazer o que esses jovens fizeram: ao invés de ficar só reclamando, AGIR!!

 
Emilly da Silva em 17/06/2013 09:07:26
Como??? estão protestando aqui em solidariedade aos paulistas???
E ai acharam o motivo de protestar sobre algo que ja está sendo investigado?
não sou a favor do tipo de manifestação que está ocorrendo em São Paulo não, quebradeira, parando o transito, impedindo quem está trabalhando de voltar para casa... É lamentável! Sabe do bolso de quem vai sair o dinheiro para reerguer tudo isso??? do nosso bolso! A população precisa aprender a brigar pelos seus direitos, de forma correta, civilizada... Porque se não vai virar uma guerra e os mais fortes (políticos) vão continuar na boa.
 
Carla correa em 17/06/2013 08:34:44
PREZADOS ESTUDANTES, E REPRESENTANTES SOCIAIS, PARA QUE AS LEIS, SEJAM EFICIENTES, PRECISA, A ENTIDADES ORGANIZADAS, ELEGEREM NOVOS POLÍTICOS, COM CONHECIMENTO DE CAUSA, CADA UM DE SUAS BASES, E CORRIGIREM AS LEIS, NEFASTAS QUE EXISTEM, ISSO COMEÇA DESDE A CÂMARA MUNICIPAL, BASE DE PARTIDOS POLÍTICOS DE BRASÍLIA, NAS BASES, FAÇAM ABAIXO ASSINADOS, DO QUE QUEREM MUDAR, E COM MILHARES DE ASSINATURAS, CADA PARTIDO, ATRAVÉS DE SEU VEREADOR, QUE LEVEM A BRASÍLIA, ENTREGUE AO DEPUTADO FEDERAL DO SEU PARTIDO, E CÓPIA DA MESMA, AO SENADOR DO PARTIDO, E QUE FIQUE O VEREADOR, E O DEPUTADO ESTADUAL, TAMBÉM DO MESMO PARTIDO, COBRANDO, A CORREÇÃO, INDICAÇÃO, PARA QUE TENHAMOS LEIS JUSTAS, MAS MESMO ASSIM, TERÃO QUE SER RENOVADAS, A MEDIDA DA NECESSIDADE ATUAL, A ÚNICA LEI QUE NÃO MUDA A PALAVRA DE DEUS
 
pedro braga em 17/06/2013 08:04:08
Parabéns aos jovens sul-mato-grossense, infelizmente as transformações sociais só acontecem dessa forma....
 
mario bueno em 17/06/2013 07:26:10
Se querem protestar de forma cidadã porque nao vamos todos para o Hemosul, HU e para santa casa vamos todos doar sangue com os rostos pintados com as cores do brasil depois disso reúnam-se em um lugar para expor as reivindicações.
mostrem que podemos chamar a atenção de forma civilizada
 
gabriel walter em 17/06/2013 01:28:52
Que Deus permita que a voz do jovem seja ouvida, porque os velhos estão só fazendo a gente passar vergonha no congresso nacional.
 
Eva Ester Cerqueira da Silva em 16/06/2013 23:43:25
parabéns guerreiros que forão lutar em pró de uma causa nobre. saúde, educação, transporte de qualidade e contra a roubalheira no nosso pais, dia 20 na praça se não chover com certeza haverá muito mais
 
antonio jeha em 16/06/2013 23:02:48
Um grupo que se reúne para discutir o que vai protestar??? Acho que estão se deixando levar pelo embalo das outras cidades e querendo se revoltar por qualquer motivo, heim??!! Atitude não é ser revoltadinho com o mundo. Atitude é definida pelas nossas ações não quando os outros estão olhando para nós, mas também quando ninguém está vendo. Acho que ao invés de ficar se "revoltando por qualquer coisa" nós devemos mudar a nossa postura, principalmente em época de eleição, que é quando se define o futuro da nação. Acho que antes de mudar o nosso discurso, devemos mudar as nossas atitudes, independente se tem alguma câmera ou alguém olhando.
 
João Mateus em 16/06/2013 22:33:20
Tem cidadãos dando risada dos companheiros como se estivesse participando de uma festa, na verdade, sem exagero, mais de 60% com certeza nem sabem porque estão lá, quer dizer politicamente dizendo. Daqui a pouco alguns vão protestar a mesma coisa que em SP como o passe livre do estudante que por aqui já existe há bastante tempo.
Tomem cuidado para não fazerem papelão, tem que haver foco, para que este protesto?
- Pela passagem cara?
- Transporte sem qualidade?
- Impostos altos?
- Falta de saúde?
- Falta de educação?
- Descaso do governo? (qual? Municipal, estadual e/ou federal)
- Corrupção?
- Gasto com copa e olimpíadas?
Digo que o foco é importante, ficando disperso desta forma é só bagunça e ninguém chegará aponto algum, pensem!
 
Roberto da Costa em 16/06/2013 21:26:51
Estes jovens sul-mato-grossense estão de parabéns, nossos políticos tem que ficar sabendo que todos estão esgotados com tantas falcatruas, tá chegando a hora do basta. Não se admitirá nem coronelismo nem negociatas com utilização de "laranjas" como vemos ser comum por aqui. Vejo essa reunião como um sinal de alerta aos políticos que pensam que não percebemos suas omissões, falta de comprometimento ou falcatruas.
 
humberto rodrigues jorge em 16/06/2013 19:46:27
Somos dominados e enganados pela minoria que são os que se dizem governantes. Está mais do que na hora de mostrar que o povo quando quer tem poder. Precisamos urgentemente sair do comodismo. Não podemos mais sermos meros expectadores da ruína da nossa nação. Vamos pensar... Algumas centenas de políticos tem o poder de enganar e "comandar"um país com 120 milhões de pessoas. Todos juntos pela moralização e justiça já!
 
Marilsa Schultz em 16/06/2013 19:15:47
MUITO BOM... É ISSO AÍ... E LEMBREM-SE QUE SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO COMEÇARAM DEPOIS DOS PROTESTOS EM SANTA CATARINA E PORTO ALEGRE... E DEU RESULTADO, O PUBLICO SUSPENDEU O AUMENTO.. SUCESSO AÍ !!! Saudações paulistas e gauchas.. estou por aqui agora.
 
Roselaine de Freitas em 16/06/2013 18:58:26
MS começa acordar. Não devemos esquecer o problema de saúde, crime hediondo para quem comete corrupção e desvio de dinheiro público.
 
Luiz Carlos em 16/06/2013 18:38:13
Será que se fosse para uma "ação social" como doar sangue, arrecadar roupas de frio, comida, etc... Estes "jovens estudantes" também sairiam de suas casas nesta chuva???? Deveriam se atentar para o que vem acontecendo na UFMS: por exemplo "almoço do RU" cada dia uma novela, furtos na Biblioteca (se é que alguém ai ta sabendo), falta de banheiros. Primeiro deveríamos arrumar "nossa casa", depois ajudar a arrumar a dos outros. Fica ai a dica, mas como vivemos na "democracia", muitos vão falar que estou errada, desde já aceito toda opinião.
 
Cristina Mendes carli em 16/06/2013 18:29:56
Infelizmente esses protestos não darão em nada, e ainda vai ficar feio para os manifestantes. Apenas fazer bagunça não adianta, na hora que efetivamente cada um tem que fazer a sua parte, não fazem. Protestos marcados sempre por adolescentes, jovens, que têm apenas ideais, mas não colocam em prática, não têm consistência, apenas a revolta típica da juventude. Pais de família, empresários que pagam altos tributos, professores, profissionais sérios que sofrem todos os dias com a corrupção, esses não estão no movimento. As coisas só mudam quando as classes e os representantes que realmente participam da economia, que possuem força se articulam. Infelizmente tudo são interesses. Esses jovens estão sim sendo massa de manobra, e acham que estão abafando. Por que não se revoltaram antes?
 
Rafael Santos em 16/06/2013 17:43:41
É, bem por ai, Brasil Acordando.
Foi assim com Collor, por que não agora com esses tantos corruptos.?
É que não estou aí no Estado, mas gostaria de participar se estivesse.
Teremos um país melhor, quando pararmos de aceitar, de só reclamar.
Brasil será melhor com atitudes do POVO.
 
CLAUDIO LUIZ SCHMITT JUNIOR. em 16/06/2013 17:39:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions