A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

29/03/2012 15:48

Após 2 anos, homem é indiciado por latrocínio contra vigia de posto

Nadyenka Castro

De acordo com investigações da Polícia Civil, Josimar da Luz dos Santos, de 24 anos, matou o trabalhador para roubar a arma de fogo

Jorge foi morto onde trabalhava e teve a arma roubada. Perícia esteve no local. (Foto: Simão Nogueira) Jorge foi morto onde trabalhava e teve a arma roubada. Perícia esteve no local. (Foto: Simão Nogueira)

Dois anos após Jorge de Almeida Campos, de 52 anos, ser morto a tiros no posto de combustíveis onde trabalhava como vigia noturno, em Campo Grande, a Polícia Civil esclareceu que ele foi vítima de latrocínio.

Investigações da DEH (Delegacia Especializada de Repressão a Homicídios) apontam que foi Josimar da Luz dos Santos, de 24 anos, quem matou Jorge. Segundo a DEH, Josimar assassinou o vigia para roubar a arma de fogo dele.

O crime aconteceu por volta das 5 horas do dia 31 de março de 2009, no Jardim Itatiaia, e na época, havia suspeitas que o assassinato pudesse ter sido passional ou acerto de contas.

No entanto, em análise ao laudo pericial, policiais da DEH verificaram que o autor não tem os dedos do pé direito, exceto o polegar.

Testemunhas foram ouvidas e Josimar foi identificado, localizado e interrogado. Segundo a Polícia Civil, Josimar, confessou o crime e disse que logo após o latrocínio, vendeu a arma da vítima.

Josimar da Luz foi indiciado por latrocínio na última terça-feira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions