A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

11/12/2018 18:02

Após acidente com morte, semáforo na Nelly Martins passa a ter 3 tempos

Mudança aconteceu dois dias depois de um jovem de 23 anos morrer em resultado de uma colisão no cruzamento com a Rua Álvares de Azevedo

Liniker Ribeiro
Semáforo fechado em cruzamento da Avenida Nelly Martins (Foto: Paulo Francis) Semáforo fechado em cruzamento da Avenida Nelly Martins (Foto: Paulo Francis)

Os semáforos da Avenida Nelly Martins, no cruzamento com a Rua Álvares de Azevedo, na Vila do Polonês, agora funcionam em três tempos. A mudança ocorreu dois após um motociclista, de 23 anos, morrer devido a uma colisão no local entre moto e carro, no fim de semana. Na ocasião, o equipamento instalado na Nelly - prolongamento da Avenida Via Parque - estava desligado.

De acordo com moradores da região, não é de hoje que os semáforos do local apresentam falhas. "No domingo já não estava funcionando desde de manhã. Mas isso não é de hoje. Há um mês eu liguei várias vezes na prefeitura, mas eles nunca vinham arrumar", revelou o comerciante Thyago Oliveira Ribeiro.

Na manhã de segunda-feira (10), mais uma falha no local. Leitores relataram ao Campo Grande News que as luzes do sinal estavam intermitentes, no cruzamento. De acordo com o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Janine Bruno, as mudanças no semáforo já estavam previstas.

"Desde o início de nossa gestão estamos recuperando o nosso parque semafórico que é de mais de 500 cruzamentos semaforizados e atualizando muitos locais", revelou Janine.

 

Thyago Oliveira Ribeiro (Foto: Paulo Francis) Thyago Oliveira Ribeiro (Foto: Paulo Francis)

No entanto, a medida adotada no cruzamento da Vila do Polonês merecia ainda mais atenção, na opinião de quem está no local há bastante tempo. "Estou aqui há 10 anos e acredito que os semáforos tinham que continuar em apenas dois tempos. A instalação de um redutor de velocidade sim seria uma boa", complementa Thyago.

Segundo ele, os condutores não costumam respeitar a velocidade na via e seguem sempre acima do permitido, o que também pode contribuir para que acidentes sejam registrados no local.

"A solução seria deixar dois tempos mesmo e instalar um redutor de velocidade, porque as pessoas passam em alta velocidade por aqui", argumentou.

Morte - O acidente do último domingo aconteceu no início da tarde. Diogo Martins Lopes Dias, de 23 anos, pilotava uma motociclista Biz e, ao passar pelo cruzamento da Nelly Martins com a Rua Álvares de Azevedo, que estava com o semáforo desligado, colidiu com um veículo Montana.

O jovem recebeu atendimento de socorristas ainda no local e foi levado para a Santa Casa da Capital. Ele sofreu ainda fratura exposta em uma das pernas e perdeu muito sangue. O condutor da picape, que não teve o nome divulgado pela polícia, não ficou ferido. Já Diogo foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros à Santa Casa, onde morreu. A morte foi registrada na madrugada de segunda.

Homem de 30 anos morre em hospital após ser espancado no centro
Anderson Gomes Martins, 30 anos, morreu ontem (24) na Santa Casa depois de ser espancado na região da antiga rodoviária, no centro de Campo Grande. O...
Dentistas são condenados a indenizar paciente em R$ 20 mil por negligência
Pai e filho, dentistas em Campo Grande, foram condenados pela 11ª Vara Cível a indenizar uma paciente em mais de R$ 20 mil por negligência em um impl...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions