A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

19/11/2014 11:45

Após aterrorizar casal, bandido “esquece” documento ao lado de carro

Renan Nucci
Vítima de roubo ocorrido ontem no Jardin Leblon afirma que crime foi armado. (Foto: Marcos Ermínio)Vítima de roubo ocorrido ontem no Jardin Leblon afirma que crime foi "armado". (Foto: Marcos Ermínio)
Perito efetua coleta de digitais no carro Fox recuperado na manhã desta quarta-feira após roubo. (Foto: Marcos Ermínio)Perito efetua coleta de digitais no carro Fox recuperado na manhã desta quarta-feira após roubo. (Foto: Marcos Ermínio)

Era por volta das 20h30 de ontem (18), quando um homem de 32 anos e a namorada de 22 anos foram abordados por dois bandidos, no Jardim Leblon, em Campo Grande. Armados com um revólver, os criminosos fugiram levando um veículo Volkswagen Fox, dinheiro, notebook, roupas, dois celulares, televisão, vídeo game e bolsa. Na manhã de hoje (19),  o carro foi encontrado abandonado e ao lado estava a carteira de identidade de um dos suspeitos. No sábado (15), uma família viveu momentos semelhantes, no Bairro Parati.

O homem que preferiu ser identificado apenas como Juninho trabalha com transporte escolar, e disse que no momento do crime se preparava para ir ao cinema com a namorada que é vendedora. Ele afirmou que a mulher chegou no Fox à residência que fica na Rua Elesbão Murtinho. Eles entraram, mas deixaram o portão destrancado.

“Ela chegou e eu disse para esperar pois precisava me trocar. Ela resolveu entrar na minha casa para se maquiar. Foi quando deixamos o portão destrancado e eles invadiram”, relatou. A vítima disse que os criminosos já chegaram pedindo um cordão de ouro que pertence a um rapaz que mora com ele. “Eles queriam a joia. Disseram que já sabiam sobre o cordão e que não fariam nada com a gente se a gente o entregasse. O cordão é de um rapaz que mora comigo, mas não estava na casa”, contou.

Os bandidos eram dois rapazes magros e altos, um de pele morena e outro de pele branca, sendo que este portava o revólver. A dupla obrigou os namorados a se deitarem na cama com as cabeças cobertas, enquanto a casa era revirada. Como não encontraram o que queriam, eles separam outros materiais e antes de colocar tudo no carro e fugir, amarraram e amordaçaram homem e mulher com cadarços e panos. Toda a ação levou cerca de uma hora.

“Enquanto estavam revirando tudo, eles experimentaram minhas roupas e até passaram perfume”, relatou Juninho, dizendo que, apesar das ameaças, os bandidos não foram violentos. “Ficamos assustados, mas eles tiveram cuidado com a gente. Falavam que não queriam matar ninguém, apenas roubar. Fizeram um limpa, levaram roupas, televisão e tudo mais que conseguiram. Depois que saíram, me desamarrei, socorri minha namorada e fui pedir ajuda. Dos males o menor”.

Recuperação – Na manhã desta quarta-feira o carro foi encontrado na Rua das Ferraduras, no Jardim Amapá, próximo à Avenida Guaicurus. Um investigador da 1ª Delegacia da Polícia Civil que reside na região encontrou o veículo abandonado e acionou a Polícia Militar. O carro estava sem nenhum dano aparente, porém vazio. A perícia compareceu para realizar o exame papiloscópico.

O Fox será levado para a Defurv (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos de Veículos), onde a ocorrência vai ser registrada, para posteriormente ser devolvido aos proprietários, no caso, os pais da namorada de Juninho. Ao lado do automóvel foi encontrada uma carteira de identidade de uma pessoa com as mesmas características relatadas pelas vítimas às autoridades. Houve reconhecimento e os policiais já articulam diligências em busca do suspeito.

Juninho disse que mesmo após o susto, está tranquilo. “Foi tudo armado. Alguém deu informações sobre nós para os bandidos, mas estamos tranquilos apesar do que aconteceu”, afirmou. “Estamos bem, não nos ferimos”, completou.

Caso semelhante - No sábado, um grupo armado entrou em uma residência localizada no Parati, região sul da Capital, amarrou as vítimas, e depois roubou carros, dinheiro, joias e, inclusive, o que estava no cofre da família. O assalto, seguido de cárcere privado, aconteceu por volta das 20h. Os bandidos fugiram com os três veículos da residência, uma caminhonete, Chevrolet Montana e Ford Ecosport, além do dinheiro e dos outros objetos de valor.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions