A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

03/12/2015 16:43

Após Bernal ignorar Bombeiros, MPE pede fechamento urgente de parque

Thiago de Souza
Segundo MPE estrutura do Parque ainda traz risco à população. (Foto: Marcos Ermínio) Segundo MPE estrutura do Parque ainda traz risco à população. (Foto: Marcos Ermínio)
Parque foi reaberto dia 14 de novembro pela Prefeitura Municipal. (Foto: Fernando Antunes)Parque foi reaberto dia 14 de novembro pela Prefeitura Municipal. (Foto: Fernando Antunes)

O MPE (Ministério Público Estadual) pediu à Justiça liminar, em caráter de urgência, para que o Parque Ayrton Senna, reaberto dia 14 de novembro, após cinco meses de interdição, seja fechado. De acordo com a promotoria a Prefeitura Municipal contrariou a orientação do Corpo de Bombeiros e põe em risco a segurança da população ao dizer que o local está apto para o uso.  

O pedido da promotoria foi anexado a ação civil pública e se baseou em um laudo do Corpo de Bombeiros, entregue no dia 19 de novembro, que ratifica o pedido de interdição já feito pelo corporação dias antes da reabertura do local. 

De acordo com o coronel Jairo Kamimura, do Corpo de Bombeiros, a prefeitura não atendeu as exigências e somente entregou aos Bombeiros um projeto apontando as adequações necessárias. Ele foi aceito pela instituição mas até o momento a prefeitura não entregou um cronograma para executar as medidas. O militar explica que pode haver vários projetos, dependendo do que for utilizado lá dentro. Um exemplo é a quadra de esportes que necessita principalmente de extintores de incêndio e sinalização. Para as piscinas são necessárias boias e guardas-vidas capacitados. Se houver atividades no período noturno, será necessário iluminação de emergência e alarme.

Em seu pedido de liminar, o promotor de Justiça Alexandre Raslan alerta que a estrutura e o telhado do ginásio do Parque AyrtonSenna permanece avariado e proporciona riscos em nível igual ou maior do que no momento em que a ação foi proposta, em outubro de 2014.

O diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte) disse que a situação do Parque Ayrton Senna está subjúdice, por isso não poderia das detalhes sobre o assunto. O titular da Funesp disse que uma ação civil pública foi instaurada para apurar condições inadequadas para o funcionamento do parque, mas que a autarquia municipal recorreu e conseguiu um ''laudo de desinterdição". Dal Farra fez questão de ressaltar que o local está aberto para que a população usufrua de um direito que é dela.

Homem é esfaqueado durante comemoração da vitória do Palmeiras
Homem de 26 anos foi esfaqueado durante comemoração da vitória do Palmeiras na madrugada de hoje (3), em uma conveniência na Rua Vitório Zeolla, no C...
Incêndio em carreta de madeira mobiliza bombeiros para a BR-163
Incêndio uma carreta, mobiliza equipes do Corpo de Bombeiros, esta noite (14) para trecho da BR-163, na saída para São Paulo, em Campo Grande. As inf...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions