A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

03/11/2012 11:50

Após faxina, seu Juarez diz que não troca o velho pelo novo

Aline dos Santos e Mariana Lopes
Turrão, idoso foi buscar roupas velhas que já estavam na lixeira. (Foto: Simão Nogueira)Turrão, idoso foi buscar roupas velhas que já estavam na lixeira. (Foto: Simão Nogueira)

Menos de 24 horas depois de ter a “casa” de quatro cantos limpa, ganhar alimentos e roupas, Juarez Nunes, de 63 anos, foi encontrado pela reportagem do Campo Grande News fazendo uma faxina ao contrário. Ou seja, trazendo de volta os velhos e inutilizados pertences que foram levados porta a fora durante uma ação de voluntários da ONG Abrigo dos Bichos.

Ao lado de cachorros, ele vive em um cômodo formado por quatro paredes de madeira na rua João Rodrigues da Silva, no bairro Pioneiros, em Campo Grande. A penúria e a miséria, mostrada em reportagem, levaram à ação solidária. Entretanto, o inesperado saudosismo do idoso mostra que a atual organização do barraco não vai durar muito tempo.

“A gente não pode desprezar o velho pelo novo. O velho fica e o novo vai”, disse, sem esconder um certo mal humor na manhã deste sábado. E, ainda entre resmungos, completou: “Só falta jogar eu no lixo”.

Com uma cômoda nova repleta de roupas limpas, passadas e dobradas, Juarez trajava short e camiseta suja. Somente o chinelo era novo. As roupas velhas, sujas e sem a menor condição de uso ele foi buscar na lixeira.

À espera da coleta, o material estava em frente à casa de Lucinete Américo de Freitas, de 55 anos, vizinha que há dois anos cuida do idoso. Parte do material retirado foi queimada. Conforme Lucinete, os voluntários atearam fogo para evitar que os trastes voltassem para o barraco.

Para quem viu o antes e depois, a mudança foi do piso ao teto. As telhas furadas foram recobertas com lona, o chão de terra batida ganhou um tapete. O barraco agora tem cama nova, colchão, travesseiro, cômoda, produtos de limpeza, refrigerante, frutas, copos, talheres.

Dos animais, dois foram levados para tratamento em uma clínica veterinária. Os outros dois cachorros permanecem na casa. Os cães ganharam ração e casinha. Mas, Lucinete antecipa que os bichos devem mesmo é continuar dormindo na cama do turrão seu Juarez. 



Parabéns aos senhores (as), voluntários (as). Meus parabéns a todos (as) vcs. Se todos fizessem o que vcs fizeram, teríamos uma Campo Grande ou até mesmo um mundo muito melhor. Que Deus abençoe cada um de vcs!
 
Juber de Jesus em 04/11/2012 10:34:14
Fui uma das voluntárias que estiveram presentes fazendo a ação na casa do Sr. Juarez e acho que temos o direito de nos defender. JAMAIS ATEARÍAMOS FOGO NAS COISAS DELE, por diversos motivos, dentre eles o tempo seco que poderia prejudicar a saúde dos moradores ao redor e o mato ressecado que poderia propagar o fogo.
Sobre as roupas; jogamos fora aquelas que tomaram chuva, sol, mofaram, tinham bichos e que se ele usasse poderia pegar alguma doença. São roupas que não tinha a menor condição de serem aproveitadas.
Fizemos a ação com o coração, mas é uma pena ele ter visto com maus olhos. Mas que ainda continuaríamos a zelar pelo bem estar dele pq ele é uma pessoa que precisa da ajuda da comunidade.
 
Alessandra Lacerda em 04/11/2012 10:06:36
nao podemos desistir esse senhor precisa de ajuda
 
thiago pereira em 04/11/2012 02:27:54
isso se chama solidão. ele se apegou nessas coisas, é como se lhe tirassem alguém.
 
angela alencar em 04/11/2012 00:00:10
A ação voluntária foi excelente e esse pessoal tá de parabéns. Faltou queimar todo o lixo possível, mas tudo bem. Tem idoso que é assim mesmo, e a unica coisa que podemos fazer é ter muita paciência com ele. Afinal, não sabemos o passado dele e nem o que aconteceu para que ele se encontre hoje com esse pensamento. Toda boa ação será recompensada.
 
Darci Rocha em 03/11/2012 20:01:42
É... o véinho não quer nem saber quem envernizou a barata.
Ele quer ficar com os cacarecos dele e pronto.
 
Elviria Santos Ferreira em 03/11/2012 12:30:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions