ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, TERÇA  21    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Após obras de drenagem, enchentes em bairros da Capital são reduzidas

Os serviços incluíram reparos e construção de bacias de contenção

Por Geniffer Valeriano | 18/04/2024 12:03
Bacia de contenção construída na Avenida Mato Grosso (Foto: Divulgação)
Bacia de contenção construída na Avenida Mato Grosso (Foto: Divulgação)

Após obras de drenagem, enchentes em bairros são reduzidas, diz Prefeitura de Campo Grande. Conforme divulgado, os serviços foram realizados na bacia de amortecimento do Córrego Reveilleau e no Bairro Nova Lima. Também foram realizadas intervenções rápidas nas ruas Catiguá, Rivaldi Albert, Rua do Seminário e próximo à ponte sobre o córrego Imbirussu, que liga os bairros Jardim Colorado e Jardim Pênfigo.

As obras na bacia do Córrego Reveilleau foram finalizadas no final do ano passado, como resultado as chuvas dos últimos dias foram absorvidas e não houve nenhuma interdição da Avenida Via Park. A bacia construída na esquina das avenidas Mato Grosso e Hiroshima tem capacidade para reter até 40 mil metros cúbicos de água.

 A cena do alagamento do córrego Prosa, próximo ao Shopping Campo Grande, era comum durante os temporais. Outra ação que ajudou no controle dos alagamentos na região foi a limpeza do canal do córrego há um mês pela Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos).

O Córrego Imbirussu, que fica próximo à Avenida José Barbosa Rodrigues, na região do Bairro Zé Pereira, também recebeu a limpeza do canal, em fevereiro. No local, os alagamentos eram intensificados, por conta do assoreamento que deixou o leito com nível próximo da avenida.

Antes e depois de obra realizada na ponte do Jardim Morenão (Foto: Divulgação)
Antes e depois de obra realizada na ponte do Jardim Morenão (Foto: Divulgação)

Após uma cratera surgir na Rua do Seminário, em ponte sobre o córrego Seminário, a prefeitura executou obras para reparar o tubo Armco. A rua precisou ficar interditada durante 35 dias para a realização das obras.

No Jardim Morenão, a ponte na Rua Rivaldi Albert também recebeu reparos após ser danificada pela chuva em julho de 2023. Além da reconstrução, o local recebeu reforço da tubulação Armco e foram colocadas duas manilhas de 1,5 metro para a passagem da água, que servem como “ladrão".

Depois de passar por obras, alunos que moram próximo à ponte sobre o Córrego Anhanduí conseguem ir para a escola mesmo em dias de chuva. Antes dos serviços, a água da chuva ficava empoçada e impedia o trânsito pelo local. Na região foi construída uma bacia de contenção.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias