A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

12/04/2017 21:45

Após pressão, comissão decide que Uber não terá limite de carros

Além do Uber, outros aplicativos que embarcaram na onda e estão chegando à Capital também serão beneficiados

Nyelder Rodrigues
Uber e serviços similares não serão mais limitados, decidiu comissão (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Uber e serviços similares não serão mais limitados, decidiu comissão (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

A pressão de motoristas autonômos e que oferecem através de aplicativos serviço de transporte, como o Uber, surtiu efeito. Na reunião da noite desta quarta-feira (12), a Comissão Especial que analisa o caso junto à prefeitura decidiu que, ao contrário do decretado anteriormente, vão haverá limite de carros e motoristas.

A mudança era cobrado pelos trabalhadores do setor, que inclusive se reuniram em frente à prefeitura nesta noite, durante o encontro, em ato pedindo modificações no texto do decreto, que segundo eles, contém trechos que prejudicam a atividade.

"Estamos fazendo mais uma reunião de forma democrática e que todos tenham a palavra, fiquem satisfeitos e possam prestar um serviço de qualidade para os usuários de transporte individual com serviços de qualidade", explica o prefeito Marquinhos Trad (PSD), que também participou da decisão.

Reunião nesta noite foi mais um passo para definir regras para serviços desse tipo na Capital (Foto: Divulgação)Reunião nesta noite foi mais um passo para definir regras para serviços desse tipo na Capital (Foto: Divulgação)

Durante a reunião, foi feita uma votação entre o colegiado da comissão para chegar a essa decisão. Além do prefeito, o grupo conta com a participação de vereadores, secretários municipais, Ministério Público, OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso do Sul) e representantes dos motoristas e taxistas.

"Nós estamos conduzindo a formulação do decreto com a participação de todas as parte", frisa o procurador jurídico do município, Alexandre Santana. "Estamos discutindo todos os itens para formular um decreto que favoreça todas as partes, usuários e transportadores", completa o vereador Júnior Longo (PSDB).

Já em sua página pessoal no Facebook, o vereador Vinícius Siqueira (DEM), que também participa da comissão, comemorou a novidade. "Venceu o livre mercado. Uber ilimitado em Campo Grande", postou na rede social.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, o placar da votação foi de oito votos favoráveis a quebrar a limitação de carros para aplicativos como Uber e similares, enquanto cinco foram contra. Não foi divulgado quem votou contra ou a favor.



O tempo esta passando o pessoal trabalhando sem regulamentação, isso ninguem fala nada, para atuar tem que estar regulamentado, sendo que já existe uma regulamentação para categoria que é a do Taxi.
Agora vem a representante falando que quase 50% dos motoristas fazem o chamado "bico" para complementar sua renda e os taxistas vivem disso.
O correto era os taxistas e donos dos carros abaixar os valores deixando o preço igual os aplicativos UBER por dois meses e ver o resultado.
 
MARCOS ANDRE LOPES MARQUES em 13/04/2017 09:13:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions