A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/11/2014 19:02

Após reunião, professores saem sem resposta da prefeitura e greve continua

Alan Diógenes
Professores passaram a tarde toda esperando a resposta da prefeitura na sede da ACP. (Foto: Alcides Neto)Professores passaram a tarde toda esperando a resposta da prefeitura na sede da ACP. (Foto: Alcides Neto)

Após reunião a portas fechadas de 4h com secretários do prefeito Gilmar Olarte (PP), representantes da diretoria do ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação), seguem sem resposta em relação à contraposta da categoria, apresentada ontem à noite (12). A prefeitura prometeu se manifestar até as 20 horas desta quinta-feira (13), e amanhã (14), os professores voltam a se reunir em assembleia para decidir o futuro da greve.

Conforme o presidende da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública), Geraldo Rezende, a reunião foi com o secretário municipal de Planejamento, Finanças e Controle, André Scaff, e com secretário-adjunto de Planejamento, Finanças e Controle, Ivan Jorge Cordeiro de Souza. Segundo Geraldo, o prefeito está viajando e não pode acompanhar a reunião.

Anteriormente, os professores não tinham aceitado a proposta do prefeito de parcelar o reajuste de 8,46% em oito parcelas. Eles pediram que o reajuste será parcelado em quatro parcelas de 2,12%.

Questionado a respeito da decisão do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que acatou o pedido da prefeitura, e determinou que 80% dos professores retornem às atividades em 24 horas, Geraldo disse que não recebeu a informação oficialmente, mas deve estudar a questão com os professores na reunião de amanhã. Segundo ele, até lá a greve fica mantida.

Conforme a secretária jurídica da ACP, Maria Aparecida do Nascimento, os professores foram orientados a deixar a sede do sindicato e retornar às 8h desta sexta-feira (14), quando será apresentada a resposta da prefeitura quanto o reajuste dos salários, que será apresentada logo mais a noite. A secretária convidou os professores a comparecerem ao show de protesto denominado “Ocupaço”, que acontece em parceria com o Forúm de Cultura, em frente à prefeitura.

A Guarda Municipal reforçou o efetivo com 100 homens para fazer a segurança em frente à prefeitura. Até às 18h15 desta quinta-feira, um grupo apens de seis professores estava no local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions