A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

16/07/2015 16:23

Após ser interditado e danificado por temporal, parque fica sem luz

Edivaldo Bitencourt e Raiza Calixto
Ginásio do parque foi parcialmente destelhado por vendaval no sábado (Foto: Vanessa Tamires)Ginásio do parque foi parcialmente destelhado por vendaval no sábado (Foto: Vanessa Tamires)

Interditado há um mês pelo Corpo de Bombeiros e parcialmente destruído por um temporal no sábado, O Parque Ayrton Senna, no Conjunto Aero Rancho, também teve o fornecimento de energia elétrica suspenso e está no escuro. O pelotão da Polícia Militar, que garante a segurança ao ficar dentro da área de lazer, ficou no escuro.

Inaugurado em 1994 e um dos maiores parques de Campo Grande, o Ayrton Senna recebia aproximadamente 2 mil pessoas por dia, segundo a Funesp (Fundação Municipal de Esportes). Moradores do Aero Rancho, o mais populoso da Capital com 37 mil habitantes, estão indignados com o abandono do local.

No dia 11 do mês passado, o Corpo de Bombeiros interditou o parque e deu prazo de 30 dias devido a falta de segurança. Normas de segurança não estão sendo cumpridas. Outra irregularidade é a sujeira deixada pelos pombos nas quadras de esporte e palco de apresentações de dança e música.

Antonia Pereira Monteiro fazia caminhadas constantemente no parque.(Foto:Vanessa Tamires)Antonia Pereira Monteiro fazia caminhadas constantemente no parque.(Foto:Vanessa Tamires)
Odete Antunes Lopes, teve prejuízos em seu comércio devido o fechamento do parque.(Foto:Vanessa Tamires)Odete Antunes Lopes, teve prejuízos em seu comércio devido o fechamento do parque.(Foto:Vanessa Tamires)
Aldomar Ferreira lamenta o fechamento porque é a área de lazer mais próxima dos moradores do Aero Rancho.(Foto:Vanessa Tamires)Aldomar Ferreira lamenta o fechamento porque é a área de lazer mais próxima dos moradores do Aero Rancho.(Foto:Vanessa Tamires)

No sábado passado, rajadas de vento de até 63 quilômetros por hora arrancaram parte do telhado do ginásio do parque.

Desde de ontem, o Parque Ayrton Senna está sem energia elétrica. A medida compromete o trabalho da Polícia Militar, que mantém um pelotão dentro da unidade de lazer.

“O fechamento é um absurdo, principalmente, porque é a única fonte de lazer dos moradores do bairro”, lamentou o comerciante Aldomar Ferreira, 71 anos. Ele contou que, à noite, tudo fica escuro na região.

“Fico com medo da escuridão, pego minha cadeirinha e vazo para dentro”, contou a aposentada Antônia Pereira Monteiro, 85, que costumava passear dentro do parque. Há três anos, ela tinha o hábito de realizar caminhadas, que foram suspensas em decorrência de um problema no fêmur.

Para Antônia, os idosos são os mais penalizados com o fechametno da área de lazer. “É um castigo para a população, que ficou privada de lazer e prejudica a saúde dos idosos”, queixou-se a aposentada.

Além de ficar sem um espaço de lazer, a comerciante Claudete Antunes Lopes, 39, acumula prejuízos no estabelecimento comercial. Ela estima que houve queda de 60% nas vendas desde o fechamento do parque.

A Prefeitura foi procurada, por meio da assessoria de imprensa, para falar sobre os problemas no local, mas não retornou até a publicação desta matéria. 

O pelotão da Policia Militar também está sem energia elétrica.(Foto:Vanessa Tamires)O pelotão da Policia Militar também está sem energia elétrica.(Foto:Vanessa Tamires)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions