A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/04/2016 13:13

Após voltar atrás, Prefeitura consulta TRE sobre reajuste de 9,57%

Natalia Yahn
Grevistas em frente à Prefeitura hoje ( (Foto: Fernando Antunes)Grevistas em frente à Prefeitura hoje ( (Foto: Fernando Antunes)

Com a promessa de consultar o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) sobre a possibilidade de reajuste salarial de 9,57% para os servidores administrativos da Prefeitura Municipal de Campo Grande, a greve da categoria, que já dura uma semana, pode estar próxima do fim.

O questionamento ao TRE-MS foi informado pelo prefeito Alcides Bernal (PP) durante reunião com os grevistas na manhã desta quinta-feira (7). A resposta do órgão é esperada para acontecer ainda esta tarde.

Caso o aumento seja aprovado e as demais reivindicações atendidas, como reajuste de 9,57%, pagamento de R$ 600,00 de bolsa alimentação, e 45% referente a capacitação (Profuncionário). O Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande) retirou da negociação a insalubridade para algumas categorias, como as merendeiras.

“Se vier o reajuste que queremos, sem escalonamento, com as demais reivindicações a greve acaba. Esta nas mãos do prefeito”, afirmou o diretor do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), Jean Soares.

No dia 31 de março, primeiro dia de greve, o prefeito apresentou a proposta de reajuste linear de 9,57% para os servidores municipais de Campo Grande. Contudo, o percentual será escalonado, e somente as categorias 1 a 7, sem formação superior, vão receber o reajuste integral em maio.

Já para as categorias 8 a 10, o reajuste vem em duas parcelas: 5,57% em maio e o restante em dezembro. A divisão também foi adotada para quem faz parte das categorias 11 ao 16, com 3,57% em maio a diferença, 6%, em dezembro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions