A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/03/2011 18:01

Arcebispo de Campo Grande Dom Vitório pede aposentadoria ao Papa

Ítalo Milhomem
Dom Vitório espera aval de Papa Bento XVI para se aposentar. (Foto: Ítalo Milhomem)Dom Vitório espera aval de Papa Bento XVI para se aposentar. (Foto: Ítalo Milhomem)

O arcebispo da Arquidiocese de Campo Grande, Dom Vitório Pavanello, revelou durante a missa de lançamento da Campanha da Fraternidade deste ano, que pediu a aposentadoria ao Papa Bento XVI este ano, e que aguarda a decisão papal agora.

Segundo Dom Vitório, ao completar 75 anos de idade pela lei canônica, que é a lei que rege a Igreja Católica, o bispo tem que renunciar ao cargo. Pavanello completou essa idade em 20 de janeiro deste ano.

Com a aposentadoria quase confirmada, o ainda arcebispo de Campo Grande confessa que permanecer na cidade trabalhando com serviços de aconselhamentos aos católicos, mas tudo ainda dependerá de ordens superiores.

Dom Vitório comentou a respeito de seu trabalho aos longos de 26 anos como arcebispo, ressaltando a quaduplicação do número de paróquias na Capital e em outras cidades do interior, que também fazem parte da Arquidiocese de Campo Grande.

Ele também lembrou das questões sociais que igreja católica se engajou como o apoio a criação de escolas indígenas bilíngües para os índios sul-mato-grossenses pudessem manter sua cultura e a implementação de projetos que os garantissem acesso ao ensino superior, como hoje acontece por meio da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco).

Segundo ele, após o aceite do Papa Bento XVI, o processo transitório para sua sucessão acontecerá em até um ano e meio.

Um dos integrantes cogitados para sua sucessão no meio católico é o Dom Eduardo Pinheiro da Silva, bispo auxiliar da Arquidiocese de Campo Grande, mas a escolha dependerá da instância superior da igreja.

Vida - Dom Vitório Pavanello é o sexto dos nove filhos do casal Luiz e Filomena Pavanello. Em 27 de fevereiro de 1949, dá entrada no Seminário de Ascurra, em Santa Catarina.

Pavanello é bacharel em letras Anglo-Germânicas, estudou Filosofia na Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras, em Lorena entre 1957 e 1959 e, depois, Teologia no Instituto Teológico Pio XI, em São Paulo, entre 1963 e 1966.

Foi ordenado padre em 31 de julho de 1966, na cidade de São Paulo.

Em 31 de janeiro de 1982, foi sagrado bispo de Corumbá, sendo consagrado pelo arcebispo Dom Antônio Barbosa.

Em 26 de novembro de 1984, foi nomeado arcebispo-coadjutor de Campo Grande, sendo que em 12 de dezembro de 1986, assume a arquidiocese de Campo Grande, após a renúncia de Dom Antônio Barbosa.

Foi também Presidente do Regional Extremo-Oeste (1983-1988), Delegado da Conferência de Santo Domingo e Delegado à assembleia especial do Sínodo dos Bispos para a América por nomeação do Papa João Paulo II (1997).



Querido "Pai" Dom Vitório, tive alegria de ser formado para o presbiterado em seu governo, o sernhor tem uma paternidade incalculável, sabe compreender e a amar o ser humano.
Muito me alegro com seu trabalhos pastoreiro nesta Arquidioce. Tenho certeza que lutou para fazer o melhor para o povo de Deus ao qual lhes foi confiado.
O senhor apenas deixará o governo da Igreja, mas sempre será o bispo amado e acolhedor escolhido por Deus.
Se nunca demostrei isso verbalmente, mas esteve sempre semeado no meu coração.
Deus vos fortaleça sempe na sua missão de pastor. Agora o senhor fará o que sempre desejou ao ser desligado do governo ouvir o clamor, as confissões do povo de Deus.
Meu abraço e orações,
Seminarista estagiário da Paroquia Nossa Senhora das Graças (N.Lima)
 
Miguel Ferreira Lima Filho, Seminarista Estagiário em 04/05/2011 11:00:46
tive a grata satisfaç~so de conhecer dom vitorio quando ele era padre e professor no colegio são joaquim em lorena, deixou muitas saudades entre nós seus ex alunos, desejo muitas felicidades ao dom vitorio. darwin , lorena , sp.
 
darwin celio marcondes monteiro em 17/03/2011 10:18:16
Dom Vitório, o senhor é realmente um homem de Deus. Obrigada por ter cuidado de todos nós com muito cuidado e zelo. Que Jesus em Sua infinita misericórdia o retribua por tudo o que o senhor fez pelo Seu povo. Suas palavras sempre me trazem muito conforto a alma. Que Nossa Senhora seja sempre sua Mãe, que como nas bodas de caná, Ela sempre apresente a Deus as suas necessidades. Parabéns!!!! Bom Pastor.
Cida.
 
maria aparecida fernandes em 14/03/2011 08:34:18
PARABÉNS PELO SEU TRABALHO EM NOSSA DIOCESE, CRESCI VENDO SEU TRABALHO E ME ORGULHO DA MINHA IGREJA E QUEM A DIRIGI AQUI!!! VALEU DOM VITÓRIO!!!!!
 
tatiane lago rezende vieira em 13/03/2011 08:01:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions