ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 

Capital

Assassino de dono de lava jato e eletricista é preso em chácara

Polícia investiga se relacionamento de funcionária com empresário motivou morte

Por Mirian Machado | 28/06/2022 13:27
Thierre caiu no meio da Avenida das Bandeiras, em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)
Thierre caiu no meio da Avenida das Bandeiras, em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)

Joe Magnun Arce de Souza, de 34 anos, foi preso no inicio da tarde desta terça-feira (28), pouco mais de um mês após assassinar a tiros o empresário Luiz da Conceição Thierre, de 36 anos, dono de um lava-jato na Avenida das Bandeiras, em Campo Grande. O crime ocorreu quando Luiz chegava no estabelecimento, no dia 27 de maio. No momento da execução, o eletricista Adriano Medeiros Pereira, 33 anos, passava de moto e morreu ao ser atingido por uma bala perdida.

Segundo delegado responsável pela investigação Rodolfo Daltro, Joe foi preso escondido em uma chácara da Capital. Com ele foi apreendida a arma usada no crime. "Vou interrogá-lo agora para tentar entender o que aconteceu, se foi um homicídio ou um latrocínio", afirmou o delegado.

Joe tem extensa ficha criminal. Desde 2007 ele tem passado pela polícia e já responde por furto, violência doméstica, ameaça, lesão corporal decorrente de violência doméstica.

A linha de investigação para o crime era de ligação com agiotagem, depois passou para crime passional, pois havia sido constatado que a ex de Joe, era funcionária de Luiz e mantinha um relacionamento com o empresário, mas o delegado investiga se há possibilidade do crime ter sido latrocínio, roubo seguido de morte.

Pelo crime, ele responde por homicídio simples, posse irregular de arma de fogo de uso permitido, homicídio qualificado pelo recurso que dificultou a defesa da vítima.

Assassinatos- Luiz da Conceição foi assassinado com tiros na cabeça na manhã de sexta-feira, 27 de maio, quando chegava para trabalhar na Avenida das Bandeiras, com a Rua Bom Sucesso, Jardim Jockey Club, em Campo Grande. Testemunhas contaram que o atirador aguardava a chegada do empresário em uma moto junto com um comparsa.

Próximo dali, a 60 metros de distância, um motociclista também foi encontrado morto. Adriano Medeiros passava no local no momento da execução de Luiz, quando foi atingido por uma bala perdida.

O crime foi registrado por câmeras de segurança (vídeo abaixo). As imagens obtidas pelo Campo Grande News mostram o empresário de costas mexendo no celular, um funcionário manobrando carro de um cliente e uma terceira pessoa, aparentemente, arrumando uma faixa.

Em determinado momento, um homem de camiseta vermelha e boné aparece no vídeo. Ele efetua um disparo contra Luiz, que consegue correr em direção à Avenida das Bandeiras. A vítima é perseguida e atingida por mais tiros no meio da rua.

As imagens também mostram uma mulher saindo do lava-jato quando ouve os tiros. Ela fica em desespero, chegando a correr atrás do atirador e pegar um pedaço de pau. No entanto, ao ver o autor retornando, ela entra no estabelecimento e poucos segundos depois, sai com uma arma de fogo na mão. A arma foi apreendida durante os trabalhos da perícia no local do crime.

Nos siga no Google Notícias