ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, DOMINGO  07    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Assistência Social acompanha mãe e filho paraplégico que era maltrado

O rapaz está sob proteção social da Prefeitura Municipal de Campo Grande desde o último domingo (dia 21)

Por Viviane Oliveira | 23/02/2021 12:04
Vídeo foi gravado por moradores, na última quinta-feira (dia 18) no patio do condomínio Jasmim, no Jardim Carioca, onde o rapaz vivia com a mãe (Foto: Silas Lima)
Vídeo foi gravado por moradores, na última quinta-feira (dia 18) no patio do condomínio Jasmim, no Jardim Carioca, onde o rapaz vivia com a mãe (Foto: Silas Lima)

Por meio de nota, a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) informou que o rapaz paraplégico maltratado pela mãe, de 52 anos, usuária de drogas, está sob proteção social da Prefeitura Municipal de Campo Grande desde domingo (dia 21). O órgão também acionou a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) para acompanhamento psicológico e psiquiátrico da mulher.

Segundo o texto, a SAS já acompanhava a família da vítima e acionou, por meio de relatório informativo, o MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). O rapaz foi acolhido depois de decisão da Justiça. “O Poder Judiciário deferiu medida liminar para acolhimento em Residência Inclusiva por tempo indeterminado. Salientamos que tal medida foi cumprida pela equipe de profissionais da Secretaria de Assistência Social).

Na noite da última quinta-feira (dia 18), moradores do condomínio, no Jardim Carioca, registraram a mãe, que não foi identificada para não expor o filho, com um cinto na mão e o jovem se arrastando. De acordo com as denúncias, o rapaz ficou paraplégico após um grave acidente de moto, cerca de 2 anos atrás. Desde então vinha sofrendo tortura por parte de mãe. Segundo os moradores, a mulher toma remédios controlados e é usuária de drogas.  Assista, abaixo, ao vídeo.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário