A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/06/2016 11:28

Atendimento é normalizado, mas RGs atrasados só saem na quarta-feira

Fernanda Mathias e Guilherme Henri
Atendimento em posto de identificação, nesta segunda; a partir de hoje, quem solicitar o RG vai retirar em 10 dias úteis; prazo cai pela metade em julho (Foto: Alcides Neto)Atendimento em posto de identificação, nesta segunda; a partir de hoje, quem solicitar o RG vai retirar em 10 dias úteis; prazo cai pela metade em julho (Foto: Alcides Neto)

O atendimento no Instituto de Identificação de Campo Grande já está normalizado e a partir de hoje quem solicitar o RG (documento de identidade) poderá retirar em 10 dias úteis. Quanto aos documentos que ficaram represados, somente quarta-feira, 22, começarão a ser liberados, segundo o diretor do instituto, Rubens Cyles Pereira.

Segundo ele, são 20 mil documentos de todo o Estado, sendo cinco mil da Capital. A meta é que em Campo Grande sejam todos entregues até o fim desta semana. A impressão obedece a ordem de solicitação dos documentos e a previsão é que em duas semanas os documentos comecem a chegar também nas cidades do interior.

Rubens informou que a partir de julho quem solicitar o RG poderá retirar em menos tempo, cinco dias úteis. Na manhã desta segunda-feira, 20, o movimento era tranquilo no posto de identificação.

O estudante Gabriel Barbosa Garcia, 14 anos, que foi ao local se considera com sorte por ter procurado o serviço justamente quando foi normalizado. “Não sabia que o sistema estava parado”, confessou. Gabriel saiu do local com a guia para retirar seu 1º RG.

Agendamento – Para adquirir o RG a pessoa deve fazer o agendamento eletrônico pela internet no endereçohttp://servicos.sejusp.ms.gov.br/, onde é possível escolher o posto mais próximo ou o local que tiver a data desejada, preencher o formulário e confirmar o agendamento.

Na página, o cidadão será informado em relação aos documentos necessários para obtenção da nova identidade ou da segunda emissão. A primeira via é gratuita, já para a segunda emissão ou segunda via, o custo é de 4 Uferms (Unidades Fiscais Estaduais de Referência de Mato Grosso do Sul), o que equivale a R$ 94,52.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions