A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

25/07/2017 07:02

Aulas da rede pública voltam hoje, mas há escolas fechadas na Capital

Professores vão decidir sobre greve amanhã e algumas unidades do Estado não abriram hoje

Priscilla Peres e Guilherme Henri
Alunos se depararam com aviso e escola fechada. (Foto: André Bittar)Alunos se depararam com aviso e escola fechada. (Foto: André Bittar)

Hoje (25) é o primeiro dia de aula na rede pública do segundo semestre. Escolas municipais e estaduais retomam as atividades, mas devem decidir até amanhã, se aceitam a proposta de reajuste feita pelo governo e se haverá greve.

Na Escola Estadual Joaquim Murtinho, localizada na avenida Afonso Pena, os portões estão abertos e alunos chegando normalmente. Por lá as aulas retornam hoje, assim como na Escola Municipal Heitor Castoldi, no bairro Nhanhá.

Porém, no bairro Piratininga aulos chegaram para o dia letivo e se depararam com os portões da Escola Estadual Amando de Oliveira, fechados. Segundo um aluno de 16 anos, que não quis se identificar, ele não estava sabendo que não haveria aula. "Acordei cedo, me arrumei e dei de cara com a escola fechada. Se eu soubesse tinha dormido mais", disse.

De acordo com o presidente da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública), Lucílio Nobre, as aulas na rede municipal ocorrem normalmente hoje, mas existe adesão ainda que baixa, na rede do estado.

Na ACP a Assembleia Geral está marcada para começar às 7h30 de hoje. Ao mesmo tempo devem ocorrer reuniões em demais sindicatos municípais do Estado.

A decisão sobre a greve sairá só amanhã à tarde, quando a partir das 14h professores devem se reunir na sede da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande.

Os professores pedem o cumprimento da Lei Federal 11.738/2008 de 16 de julho de 2008 que estabelece o reajuste do Piso Salarial dos Professores e da lei complementar estadual nº 200, de 13 de julho de 2015. Essa última legislação integraliza o Piso por 20 horas até o ano de 2021.

De acordo com a própria Fetems, a proposta feita pelo governo garante o pagamento do reajuste do Piso de 7,64% em 2017, mantém a convocação da mesma forma que no primeiro semestre e afirma que nNão haverá alteração no Estatuto dos profissionais em Educação.

 

Aviso em frente da escola estadual hoje. (Foto: André Bittar)Aviso em frente da escola estadual hoje. (Foto: André Bittar)



Vejamos nobres professores:
a) assembleia perdeu o acento faz tempo;
b) índices é proparoxítona e não paroxítona, portanto acentuação errada;
c) a direção não tem crase também.
Por essas e por outras que meu filho vai para escola particular...
 
Fernando Fer em 25/07/2017 12:21:34
Erros gramaticais em um cartaz elaborado por professores, isso dói na alma...
 
Ana em 25/07/2017 07:43:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions