ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Aulas presenciais voltam com horários escalonados para evitar aglomerações

Horários de entrada na rede municipal de ensino serão divididos em intervalos de 15 minutos

Por Jhefferson Gamarra | 21/06/2021 11:41
Aulas presenciais na rede municipal de ensino estão previstas para o dia 26 de julho (Foto: Arquivo/Henrique Kawaminami)
Aulas presenciais na rede municipal de ensino estão previstas para o dia 26 de julho (Foto: Arquivo/Henrique Kawaminami)

Ficou definido na manhã desta segunda-feira (21), que as aulas presenciais nas escolas municipais de Campo Grande, previstas para o dia 26 de julho, serão retomadas em horários escalonados para evitar aglomerações em terminais e linhas do transporte coletivo.

Os horários de entrada na rede municipal de ensino serão divididos em intervalos de 15 minutos. Às 7h, 7h15 e 7h30 no período matutino e 13h, 13h15 e 13h30 para os alunos do período vespertino. A lista de escolas que farão o escalonamento ainda será definida pela Semed (Secretaria Municipal de Educação).

“O escalonamento favorece todo mundo, evita aglomerações, lotação e atrasos no transporte. Parece pouco, mas cinco ou dez minutos faz muita diferença e dá muito mais agilidade. A princípio com o escalonamento não será necessário aumentar o número de linhas para a volta às aulas, mas vamos fazer um acompanhamento, se for preciso vamos aumentar”, informou o presidente do Consórcio Guaicurus, João Rezende.

O sistema foi estabelecido após reunião entre vereadores, Semed (Secretaria Municipal de Educação, Consórcio Guaicurus e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

De acordo com o presidente da Comissão de Transporte e Trânsito da Câmara Municipal, vereador Alírio Villasanti, além da mudança no horário das escolas, estão previstas reuniões com o setor empresarial para escalonar também os horários de entrada de funcionários.

“Estamos fazendo um diagnostico das principais problemáticas do transporte coletivo: manutenção aglomeração em terminais, lotação e pontualidade. O escalonamento em horários podem evitar uma série destes problemas. Vamos realizar reuniões com a associação comercial e universidades particulares para debater a proposta e a tendência é continuar e futuramente”, disse o parlamentar.



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário