A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

23/07/2014 09:49

Autora de selfie será indiciada por não devolver tablet furtado

Renan Nucci
Segundo a polícia, mulher já tinha passagem por outros delitos. (Foto: Divulgação)Segundo a polícia, mulher já tinha passagem por outros delitos. (Foto: Divulgação)

“Apropriação de coisa achada”. Este será o crime por qual deve responder a mulher de 34 anos que tirou várias fotos de um tablet Motorola Xoom II, que segundo ela, foi encontrado dentro de uma mochila caída no asfalto. Caso foi registrado no último dia 14, em Campo Grande.

Segundo o delegado do 2° Distrito Policial, Alexandre Amaral Evangelista, ainda não é possível afirmar se o aparelho foi realmente furtado, como denunciado inicialmente, mas a polícia segue com as investigações. O inquérito tem 30 dias para ser concluído, a contar do dia do registro da ocorrência.

“A hipótese de furto continua sendo apurada, e se comprovado o envolvimento, ela poderá responder até por receptação. Mas por enquanto, avaliamos esta história alegada por ela de que o tablet foi tirado de dentro de uma mochila achada na rua”, explicou o delegado.

O artigo 169 do Código Penal, parágrafo único, II, prevê: “quem acha coisa alheia perdida e dela se apropria, total ou parcialmente, deixando de restituí-la ao dono ou legítimo possuidor ou de entregá-la à autoridade competente, dentro no prazo de 15 dias”.

“A pena para este crime pode variar de um mês a um ano de detenção, ou multa”, destacou Evangelista, afirmando que a mulher investigada já possui passagens por diversos delitos, entre eles falsidade ideológica.

Caso - Um estudante de 24 anos, filho do proprietário do tablet, disse que seu pai estacionou o automóvel em frente a uma loja de materiais de construção localizada na Avenida Coronel Antonino, no Bairro Monte Castelo, por volta das 9h do último dia 14. O aparelho avaliado em R$ 1.500 estava dentro do veículo.

Mais tarde, por volta das 22h, ele começou a receber fotos de uma mulher desconhecida em seu celular, já que ambos os dispositivos possuíam contas interligadas. Ao verificar o carro, notou que o objeto havia desaparecido e comunicou o fato às autoridades, inicialmente como furto.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions