A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

30/07/2018 13:22

Auxiliar que espancou a filha de 9 meses permanecerá preso, decide juiz

O suspeito é natural de Anastácio e responderá por tentativa de homicídio qualificada por motivo fútil

Guilherme Henri
Auxiliar de motorista de 23 anos foi preso pela Polícia Militar (Foto: Assessoria/ PM)Auxiliar de motorista de 23 anos foi preso pela Polícia Militar (Foto: Assessoria/ PM)

O auxiliar de motorista de 23 anos preso por espancar a filha de 9 meses permanecerá preso por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em audiência de custódia realizada nesta manhã (30) no fórum de Campo Grande. O caso ocorreu ontem a tarde, na vila Bordon.

A audiência foi presidida pelo juiz Juliano Rodrigues Valentim. O suspeito é natural de Anastácio e responderá por tentativa de homicídio qualificada por motivo fútil.

A criança foi encontrada pela mãe com ferimentos no rosto, costas e braços. Ela foi levada à unidade de saúde. A mulher contou que havia saído de casa e quando voltou percebeu que a menina estava com vários hematomas e, ao questionar o que teria acontecido, o pai respondeu que os machucados seriam resultado de uma queda da cama.

Na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Mônica, os médicos acionaram a Polícia Militar, pois havia a suspeita de que a criança teria sido espancada. Na sequência, a menina foi transferida à Santa Casa. Pouco tempo depois o pai foi preso ao ser socorrido enquanto tentava se jogar na frente dos carros, em uma rua próxima à casa da família, segundo o delegado Antônio Souza Ribas Júnior, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

À polícia, ele disse que estava dando banho na outra filha enquanto a bebê tentava descer da cama, e na segunda tentativa, ele deu um tapa nela e a derrubou da cama. Irritado, o pai pegou a criança no colo, causando lesões nas costas dela. Não satisfeito, ele ainda um tapa no rosto da filha e a jogou da cama, causando outro machucado na face. A queda também provocou um ferimento em um dos braços da bebê, que precisou ser imobilizado.

Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, a menina foi internada por volta das 12h10 de domingo com inchaço no rosto e vários hematomas pelo corpo. A criança foi submetida a vários exames, como por exemplo, tomografia de crânio. Apesar dos ferimentos, ela não sofreu fraturas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions