ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Bairros completam 24h sem energia elétrica após temporal em Campo Grande

Até a noite de ontem, cerca de 30 bairros estavam enfrentavam situação de escuridão total

Por Jhefferson Gamarra | 15/10/2021 09:17
No Jardim São Lourenço, árvore caiu sobre fiação causando queda de energia. (Foto: Henrique Kawaminami)
No Jardim São Lourenço, árvore caiu sobre fiação causando queda de energia. (Foto: Henrique Kawaminami)

Diversos bairros de Campo Grande estão há 24 horas sem energia elétrica, após tempestade com ventos de até 73 km/h que atingiu a cidade na manhã de ontem (14). Durante o temporal, muitas árvores e telhas foram lançadas contra a rede elétrica e diversos transformadores estouraram.

“Algumas horas, a gente até entende, foi um temporal que devastou muita coisa, têm lugares prioritários, mas se passaram mais de 25 horas e não restabeleceram, isso é complicado. Abri dois chamados, primeiramente falaram que voltariam ontem mesmo, mas nada, hoje novamente liguei. Passamos a noite toda no escuro, não tinha uma água refrigerada para beber e nem bateria no celular”, lamenta Luis Serrano, 51 anos, morador do Jardim São Lourenço.

Na região da Vilia Anahy, Taveirópolis e Leblon, a indignação era a mesma. “Estamos a mais 24h sem energia elétrica, estamos enfrentando inúmeros prejuízos, além de comércio, temos asilo, clínica que atendem doentes impossibilitados de tratamento. Vários moradores estão reunidos, a comunidade está desolada e sem nenhum atendimento”, protesta o Plinio Bressani morador da região.

Mesmo sem energia elétrica, academia abriu as portas na manhã de hoje. (Foto: Direto das Ruas)
Mesmo sem energia elétrica, academia abriu as portas na manhã de hoje. (Foto: Direto das Ruas)

Bhrenno Freitas, proprietário de uma academia na Avenida Albert Sabin, região do Taveirópolis, reclama da demora na manutenção para o fornecimento de energia, que já dura mais de 24 horas. “Ontem, ficamos abertos durante o período diurno, ao anoitecer, tivemos que fechar, perdemos em torno de 6h de serviço. Hoje, o tempo tá esquentado e está complicado pelo calor, sem ventilador, climatizador, água fria”.

“Aqui na Vila Almeida, são mais de 24 horas sem energia e até agora nada. Na geladeira, está descongelando tudo. Estamos indignados”, conta a empresária proprietária de um estúdio de beleza, Diane Tres. Próximo dali, no Bairro Santo Amaro, um morador também se queixa da mesma situação. “Ontem, saí para trabalhar às 7h da manhã e estava sem energia, até agora ninguém apareceu, os fios se romperam e ainda estão no chão”, diz o morador Sidinei Fabri.

Na Vila Polonês, moradores também enfrentam os transtornos causados pela tempestade. De acordo com o morador Fabricio Cazzoloto, a situação é rotineira em dias de chuva. “Estamos há mais de 24 horas sem energia elétrica, os semáforos não estão funcionando, já ligamos várias vezes na empresa de energia e não tivemos sucesso. O bairro aqui é considerado nobre, mas todas as vezes em que chove, causa transtornos”, protesta o morador.

Assim como nos outros bairros, a queixa de Edson Trobine Leite, 73 naos, morador do Bairro Monte Castelo se repete. “Na hora do temporal, acabou a energia, vieram 3 equipes e não resolveram o problema, porque tem uma árvore que precisa ser removida. Desde as 7 da manhã de ontem, estamos no escuro, a noite foi terrível, o elevador não funciona e tem muitas pessoas idosas no prédio. Registramos diversas reclamações, falaram que iam dar prioridade e até agora nada”.

Até a noite de ontem, a Energisa, concessionária que administra a distribuição de energia na Capital, informou que as ordens de serviço estavam concentradas em 30 bairros: Jardim São Conrado, Conjunto Aero Rancho, Portal Caiobá, Jardim Tijuca, Tiradentes, Santo Amaro, Vila Nasser, Parque Residencial União,  Vila Popular, Vila Planalto, Vila Nova Campo Grande, Nova Lima, Jardim Leblon, Jardim Autonomista, Núcleo Industrial Indubrasil, Jardim Centenário, Guanandi, Rita Vieira, Jardim Panama, Chácara dos Poderes, Centro, Vila Piratininga, Jardim São Lourenço, Chácara Cachoeira, Coronel  Antonino, Jardim Centro Oeste, Maria Aparecida Pedrossian, Parque do Lageado, Moreninha e Coophavila II.

Procurada na manhã de hoje, a Energisa informou que as equipes estão nas ruas atendendo as ordens de serviço em diversas regiões da cidade. Um novo levantamento dos locais com problemas no fornecimento de energia deve ser emitido até o fim da manhã.

Nos siga no Google Notícias