A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/02/2011 16:55

Bandidos roubaram R$ 59 em assalto que terminou em tiroteio

Nadyenka Castro

Tiros atingiram jovens e fachadas de comércios

Tiros atingiram paredes de comércios. Perícia fotagrofou os locais. (Foto: João Garrigó)Tiros atingiram paredes de comércios. Perícia fotagrofou os locais. (Foto: João Garrigó)

Os bandidos que trocaram tiros com um policial civil na manhã desta terça-feira, em Campo Grande, roubaram R$ 59 do funcionário do HSBC, de 24 anos.

Além do dinheiro, os assaltantes levaram documentos pessoais, chaves e uma máquina fotográfica digital do vigia da instituição financeira, de 31 anos.

O roubo desta quantia e dos objetos resultou em tiroteio, sendo que um disparo atingiu as costas de Daniele Fernanda Hugo Lima, 17 anos, e outros a fachada de pelo menos três estabelecimentos comerciais.

O investigador, de 35 anos, que não quis se identificar, acredita que foi reconhecido pelos assaltantes e por isso eles o questionaram e depois atiraram. “Acho que eles devem ter me reconhecido”, diz o policial, que voltou ao cenário do crime nesta tarde para perícia. Foram encontrados projéteis e cápsulas no local.

O policial estava na calçada da avenida Afonso Pena e testemunhou o roubo praticado por um rapaz em uma Honda e pelo comparsa dele, que estava a pé. Todos estavam no passeio público.

Após o assalto, os bandidos questionaram o investigador se ele era policial. Ele, que já havia escondido a arma, levantou a camiseta e mostrou que não havia nada na cintura e os ladrões fugiram sentido à rua Pedro Celestino.

Na fuga, eles atiraram em direção ao policial, que deitou no chão, não foi atingido e revidou. Só depois que ele ficou sabendo que Daniele havia sido atingida por um tiro.

Pela posição em que ela e os demais envolvidos estavam, a Polícia diz que o disparo que a feriu saiu da arma dos bandidos. Além disso, o tiro que a atingiu é de revólver calibre 38 e a arma do investigador é pistola ponto 40.

Pericia ocorre em local onde garota foi baleada.Pericia ocorre em local onde garota foi baleada.


Por aí se percebe o depreparo de nossa segurança com esse tipo de crime...Atira-se
onde puder, acerta-se em quem alcançar... Sem um intuito real, ou uma direção
concreta, do tipo assim: Fiz minha parte, não importa o resultado.... Frustrante!
 
Enias Alves em 23/02/2011 12:40:53
eu imagino o preparo desse policial.........chegou a conversar com os bandidos e nao teve a oportunidade de pega-los? e o fator descuido nao teve uma brexa? que preparo tem esse policial?ainda atirou e nao teve ezito? pelo q sei policiais tem trenamento para isso.sera que bandidos tambem tem treinamanto para tal proeza? e ainda terem ezito? 2x1 pra quem?e essa menina o estado ta costiando os custos?esta em hospital publico?se fosse o policial baleado tava no sirio libanes pela cassems! PARABENS
 
helio brandao martins em 23/02/2011 09:20:06
Troca de tiros por um assalto idiota, em pleno centro da cidade com muitas pessoas caminhando pelas ruas, pelo amor de Deus né ... e agora quem vai bancar os gastos com a adolescente? O mais indignante é saber que os caras roubaram R$ 59,00, e ai conseguiram prender os ladrões? Ou foi só atirando p/ td lado mesmo?
 
Janaina Alves em 23/02/2011 07:48:21
Antes ter tentado algo do que ter se acovardado, nenhuma das pessoas que fizeram comentários sem teoria, estavam no local para saber qual foi as condições do PC, de certo era melhor ele ter aberto as pernas e ter esperado os vagabundos realizarem o roubo em plena luz do dia na maior avenida da cidade. "QUEM POUPA O LOBO, SACRIFICA A OVELHA". Parabéns aos policiais.
 
Nonato Alves Dias em 23/02/2011 03:31:28
este é um belissimo trabalho de um agente da policia civil...
deve ser por isso que eles querem impedir a pm de trabalhar
e já estão na rua mostrando competencia!! (ironia, é claro)
prenderam alguem?
a jovem alvejada está recebendo apoio do estado?
 
Lucas Phelipe em 22/02/2011 08:36:55
A nossa segurança publica deve se preparar para receber
os bandidos espulso do Rio de Janeiro,
tá o exemplo em Minas e na Bahia.
 
nelson gomides da cruz em 22/02/2011 07:49:45
A pergunta que não quer calar é: Prenderam alguem?
 
maximiliano nahas em 22/02/2011 05:09:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions