A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/09/2012 13:28

Bandidos tinham intenção desde o início de matar universitários, diz delegada

Francisco Júnior e Mariana Lopes
Raul, Weverson e Rafael durante coletiva na manhã de hoje. (Foto: Rodrigo Pazinato)Raul, Weverson e Rafael durante coletiva na manhã de hoje. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Durante coletiva na manhã de hoje (3), os assassinos dos estudantes Breno Luigi Silvestrini, de 18 anos, e Leonardo Batista Fernandes, de 19 anos, disseram que mataram os dois jovens porque não tinham um local para deixá-los.

De acordo com a delegada da Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos), Maria de Lourdes Souza Cano, desde o momento em que abordaram as vítimas, os bandidos tinham a intenção de matar.

“ Eles não tinham nada para amarrar as vítimas. Desde o princípio tinham a intenção de matar as vítimas”, afirmou a delegada.

Durante apresentação dos cinco dos quatro envolvidos no crime: Dayane Aguirre Clarindo, 24 anos, Rafael da Costa Silva, de 22 anos, Weverson Gonçalves Feitosa, 22 anos, e Raul Andrade Pinho, 18 anos, a delegada revelou detalhes da investigação.

Segundo Maria de Lourdes, Rafael e Weverson aguardaram as vítimas saírem do bar. No momento em que Leonardo acionou o alarme da caminhonete Pajero, ele e o amigo foram abordados pela dupla.

Weverson assumiu a direção do veículo. Leonardo foi para o banco do passageiro, enquanto que Breno foi para o banco de trás junto com Rafael. De lá, seguiram para as saídas de Aquidauana e Rochedo, na região do Indubrasil.

Eles estavam sendo seguidos por um Fiat Uno, onde estavam Dayane e o irmão de Rafael, um adolescente de 17 anos. Durante o trajeto, segundo a delegada, Breno foi violentamente espancado por Rafael.

De acordo com a delegada Maria de Lourdes, bandidos tinham a intenção desde o início de matar as vítimas; (Foto: Rodrigo Pazinato)De acordo com a delegada Maria de Lourdes, bandidos tinham a intenção desde o início de matar as vítimas; (Foto: Rodrigo Pazinato)

Na entrada de uma galeria de água pluvial, os estudantes tornaram a ser espancados pela dupla. Maria de Lourdes revela que as vítimas chegaram a implorar para não morrerem. Falaram para os bandidos levarem o veículo, mas para deixarem eles vivos.

Os dois foram colocados de joelhos. O primeiro a ser morto foi Breno com um tiro na cabeça. Leonardo ao ver que o amigo havia sido baleado, se mexeu e o tiro acabou acertando sua cabeça de lado. Todos os disparos foram feitos por Rafael.

Conforme Maria de Lourdes, os estudantes foram mortos cerca de 30 minutos após serem abordados.

Após o assassinato, Weverson, Rafael e Dayane seguiram rumo a Corumbá na Pajero. Já o adolescente deixou o local dirigindo o Fiat Uno e foi para a casa de Raul, no bairro Guanandi.

Próximo da entrada de Corumbá, o trio abandonou o veículo após se depararem com uma barreira do DOF (Departamento de Operações da Fronteira). Os três se esconderam em um matagal na região.

Dayane foi a primeira ser presa, em Corumbá. Ela entregou a Polícia os outros envolvidos no crime. Rafael foi capturado ainda na mata e Weverson na casa do pai dele, em Aquidauana. Raul foi preso na casa dele, onde a adolescente também estava.

Durante as investigações, a Polícia utilizou um helicóptero do Exército Brasileiro nas buscas à arma utilizada no crime, um revólver calibre 38. A aeronave sobrevoou a área onde os bandidos se esconderam.

Todos os envolvidos foram presos em flagrante, já que a polícia resolveu o caso em menos de 24 horas de trabalhos ininterruptos. O grupo está detido na Defurv.



se nosso regime fosse igual a Singapura eles provavelmente nao estavam mais na cadeia comendo a custa do povo, ja tinham ido para o inverno...
 
walser silva em 04/09/2012 11:16:17
QUE PENA QUE A POLICIA COLOCOU ELES NA PRISAO... SE EU FOSSE POLICIAL... PEGARIA ESSES MARGINAIS E LEVARIA ATE OS PAIS DOS MENINOS E FALARIA: "ESSES VAGABUNGOS QUE MATARAM BRUTALMENTE SEUS FILHOS... TOMA.. FAÇAM O QUE QUISER..."

QUANTAS PESSOAS ELEs JA NÃO MATARAM E QUE NINGUEM FICOU SABENDO???

PENA DE MORTE JÁ!!!!
 
renata silva em 04/09/2012 07:45:08
Esse tipo de delinquente não tem recuperação, são psicopatas, doentes, desprovidos de qualquer sentimento, infelizmente daqui alguns anos, com a madita progressão de pena estarão de novo na sociedade fazendo todo tipo de barbárie, pois se nessa idade já são frios dessa forma imagina mais tarde com mais idade e depois de passar pela maior escola de criminalidade, que é o sistema prisional do Brasil
 
Marcia perreira em 04/09/2012 07:07:10
Lamentável o acontecido. Ninguém quer isso para os seus.
Muito boa a posição do pai 'a solução está na escola'. É só visitar uma escola de ensino fundamental, as professoras são heroínas. O bandidismo está começando ali, é muita violência. Querem corrigir um equilíbrio com sistema de cotas, mas fechem o olho na origem, o problema está na educação básica. Esse sistema gera desequilíbrio e morte.
 
Edison Hiller em 04/09/2012 04:37:34
Que tristeza o que aconteceu com esses 2 universitarios. Infelizmente estamos diante de um sistema falido e de um governo omisso, injusto, ineficaz, inoperante e incapaz de aplicar leis mais severas para pelo menos tentar coibir a criminalidade que cresce assustadoramente no Brasil . Isso.tudo porque bandido no Brasil, sabe exatamente o que vai acontecer com eles , ou seja NADA. Para mim esta valendo a Lei do "olho-por-olho e dente-por-dente", ou seja matou, morreu. Ai quem sabe o governo nao endurece essas leis tao amenas que so fazem contribuir com essas atrocidades cada vez mais frequentes. Pena de morte já para esses crimes barbaros, esses bandidos jamais deixarao de assassinar inocentes.
 
luci santos em 03/09/2012 05:12:00
Quero em primeiro lugar parabenizar estes heróis da policia pela agilidade de resolver este caso e infelizmente dar uma resposta triste para as famílias das vitimas.
 
Claudiney Montani em 03/09/2012 04:19:00
Nao conheci as vitimas, mas estou aqui chorando e com muito odio desses bandidos.O odio é tao grande e minha revolta muito maior, que eu os mataria de graça e da mesma forma.Fico louca so de imaginar os 2 inocentes sendo espancados, humilhados e implorando pela a vida e mesmo assim esses parasitas nao se compadeceram e os mataram a troco de um carro. Infelizmente é olho por olho e dente por dente
 
luci santos em 03/09/2012 03:37:54
com todo o repeito para quem não concorda com a minha opinião... mas o famoso termo "olho por olho dente pro dente" há de ser aplicado nesse caso!!!! Certas pessoas não tem concerto tem que matar para servir de exemplo para outros animais como esses sapiens!!!
 
rodrigo pettengill em 03/09/2012 02:54:38
MEU DEUS QUANTA MALDADE!!!
 
Vanessa Cabral em 03/09/2012 02:48:00
Parabéns para a policia sul-matogrossense, utilizaram da força correta, e conseguiram efetuar a prisão dos delinquentes.
 
PEDRO MARQUES em 03/09/2012 02:34:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions