ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Bando entra em chácara, faz reféns, leva caminhonete e R$ 500

Por Paula Maciulevicius | 27/02/2012 06:59

Entre os reféns, um bebê de 1 ano e meio e 2 crianças. Após ação em chácara, eles invadiram ainda uma igreja e levaram o carro do pastor

Na noite deste domingo um grupo armado fez um arrastão na região do bairro Novo Século, região próximo às Moreninhas, em Campo Grande. O bando primeiro entrou em uma chácara por volta das 20h30, fez as vítimas reféns, levou uma caminhonete Frontier, R$ 500, joias e até um cachorro.

Cerca de 30 minutos depois, o mesmo bando entrou em uma igreja da região, armados e em pleno culto, anunciaram o assalto mandando o pastor entregar a chave do carro, um Pálio que também foi levado.

Segundo registro policial da primeira ocorrência, enquanto o caseiro da chácara e o sobrinho do dono estavam no portão, foram abordados por um homem armado que obrigou as vítimas a abrirem a entrada para que os comparsas pudessem entrar com um Ford Ka.

Após abrirem o portão, três deles entraram na casa e fizeram ao menos nove pessoas reféns, inclusive um bebê de 1 ano e meio e ainda duas crianças. As vítimas foram obrigadas a deitar no chão da cozinha e até uma das pessoas que estava tomando banho foi rendida.

Na ação os bandidos levaram roupas, joias, eletrônicos, além de uma caminhonete Frontier, R$ 500 em dinheiro e um cachorro.

Antes de sair, o grupo trancou todas as vítimas dentro de um dos quartos. Segundo relato delas, três homens estiveram na casa, mas pelas conversas ouvidas fora da residência, elas acreditam que o bando era composto de pelo menos cinco pessoas.

A ação não parou por aí, pouco tempo depois eles entraram em uma igreja na mesma região. Dois deles armados invadiram o salão enquanto um ficou do lado de fora. A dupla pegou a chave do carro do pastor, um Pálio e ainda disse que o veículo serviria só para a fuga e que seria abandonado pouco tempo depois.

Os casos foram registrados na Depac Piratininga. Até o momento ninguém foi preso.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário