ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 12º

Capital

Base Área da Capital passa por mudanças para otimizar procedimentos da FAB

Por Rafael Ribeiro | 30/01/2017 12:30
Mudanças na rotina e estrutura das bases aéreas começaram em dezembro (Foto: Divulgação/FAB)
Mudanças na rotina e estrutura das bases aéreas começaram em dezembro (Foto: Divulgação/FAB)

A Base Aérea de Campo Grande da Força Aérea Brasileira será remodelada a partir desta terça-feira (31). Segundo o órgão, vinculado à Aeronáutica, o foco do local passa a ser voltado para a área operacional.

A ‘Ala 5’, como será chamada, será responsável pelas atividades de preparo e ações de emprego da FAB. O local passa a ser considerado de estrutura fundamental para controle e proteção do espaço aéreo, principalmente na fronteira com o Paraguai.

Segundo a Aeronáutica, a ala será constituída basicamente por esquadrões aéreos, além de grupos, esquadrões e esquadrilhas especializados em manutenção de aeronaves, suprimento de aviação, armamento aeronáutico e segurança e defesa.


A FAB informou que a mudança estrutural das antigas bases aéreas e comandos aéreos regionais começou em dezembro do ano passado. No total, 15 novas alas serão criadas, em Anápolis, Belém, Boa Vista, Brasília, Campo Grande, Canoas, Galeão, Manaus, Natal, Santa Cruz, Santa Maria, São Paulo, Porto Velho, Recife e Salvador.


Entre as mudanças, está o fato de que atividades rotineiras, como aquisições de materiais e serviços, pagamento de diárias, conservação e reforma de instalações, fornecimento de alimentação e manutenção de viaturas, que antes eram de responsabilidade de um comandante da Base Aérea, passam a ser executadas por órgãos especializados.

Segundo o órgão, a mudança tem como objetivo buscar a simplificação dos processos e rapidez no planejamento e execução de suas atividades.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário