A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/02/2015 10:33

Burocracia atrasa licitação das obras de revitalização da Ernesto Geisel

Kleber Clajus
Trecho é conhecido por conhecido pelas constantes erosões e enchentes (Foto: Marcelo Calazans / Arquivo)Trecho é conhecido por conhecido pelas constantes erosões e enchentes (Foto: Marcelo Calazans / Arquivo)

Ajustes de planilha e projeções de custo emperram início da licitação de obras para revitalização da Avenida Ernesto Geisel. O trecho, conhecido pelas constantes erosões e enchentes, já teve recurso de R$ 68,7 milhões liberado neste mês pela Caixa Econômica Federal.

Conforme a secretária adjunta municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Kátia Castilho, o projeto foi alterado quatro vezes desde novembro do ano passado e aguarda de técnicos da Caixa resolução do “ último questionamento que era de ajuste de planilha”.

O projeto chegou a ser licitado e iniciado em 2012, na gestão de Nelsinho Trad (PMDB), porém empacou no ano seguinte com a posse do prefeito cassado Alcides Bernal (PP) e “desligamento” da construtora. Já na gestão de Gilmar Olarte (PP) havia promessa de retomada da obra em outubro do ano passado, porém ela não se concretizou.

Paulo Antunes, superintendente regional da Caixa, explicou neste mês que no período os valores da obra foram alterados de R$ 40 milhões para R$ 68,7 milhões, sendo o valor financiado pelo banco de R$ 42 milhões e o restante decorrente de contrapartida da prefeitura.

A proposta de revitalização contempla recapeamento das duas pistas da avenida com readequação de largura, bem como instalação de áreas de convivência com quadras de esportes, pista de caminhada e ciclovia nas margens do Rio Anhanduí.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions