A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/02/2015 18:14

Caixa irá acertar detalhes sobre revitalização de via só após Carnaval

Michel Faustino
Revitalização promete acabar com problemas de erosões, enchentes e transtornos. (Foto: Marcelo Calazans)Revitalização promete acabar com problemas de erosões, enchentes e transtornos. (Foto: Marcelo Calazans)
Segundo Paulo Antunes, reunião será fundamental para findar retomada de obras. (Foto: Alcides Neto)Segundo Paulo Antunes, reunião será fundamental para findar retomada de obras. (Foto: Alcides Neto)

Há três anos pronto, o projeto para acabar com as erosões, enchentes e transtornos na Avenida Ernesto Geisel finalmente deve sair do papel. O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes, revelou que a analise do projeto deve ser concluída até amanhã (13) e na próxima semana haverá uma reunião com a prefeitura para “acertar os últimos detalhes”.

O superintendente lembra que em 2012, na gestão de Nelsinho Trad (PMDB), a obra chegou a ser licitada e iniciada, mas empacou no ano passado, logo após a posse do prefeito cassado Alcides Bernal (PP), em decorrência do “desligamento” da construtora.

Segundo ele, algumas adequações precisaram ser feitos, o que elevou o custo projeto que em 2012 estava orçado em R$ 40 milhões para R$ 67 milhões. Deste valor, cerca de R$ 42 milhões serão financiados pela Caixa e o restante será em contrapartida da prefeitura.

Conforme Antunes, precisou passar por uma nova analise que deve ser concluída até o fim de semana. Com isso, segundo ele, uma reunião com o prefeito Gilmar Olarte (PP) e o titular da Secretaria de Infraestrutura, Valtemir Alves de Brito, deve acontecer já na próxima semana para deliberar os próximos passos.

“Vamos convocar uma reunião com o prefeito e com os secretários para discutir todos os detalhes. Acredito que feito isso as obras poderão ser licitadas e assim ser encaminhadas”, finalizou.

Prazos - Em agosto de 2014, o prefeito Olarte, o então secretário de Infraestrutura, Habitação e Transporte, Semy Ferraz e técnicos da Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal definiram que a licitação seria autorizada no prazo de 30 dias, para que as obras, orçadas em R$ 67 milhões, começassem antes do período de chuvas mais intensas em outubro.

Projeto - O projeto contempla a criação de uma pista de caminhada e uma ciclovia, dispostas no canteiro central da avenida, do trecho que vai do bairro Jockey Clube até o Aero Rancho. No sábado o secretário afirmou que a via continuaria interditada parcialmente na terceira faixa do lado esquerdo da avenida, sentido centro/bairro, onde foram feitas as obras de contenção e recuperação da mureta.

Confundido com ladrão, homem causa acidente e acaba agredido por grupo
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions